política

Líderes religiosos protocolam pedido de impeachment de Bolsonaro

O documento é assinado por 380 pessoas ligadas a movimentos cristãos

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 27/01/2021 às 12:43
NOTÍCIA
Divulgação/Alan Santos/Presidência da República
FOTO: Divulgação/Alan Santos/Presidência da República
Leitura:

Um pedido de impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), foi protocolado na última terça-feira (26) por líderes religiosos e representantes de movimentos cristãos. O documento alega que o pedido é feito em função da forma com que o presidente lida com a pandemia da Covid-19.

Pedido coletivo de impeachment de Bolsonaro foi anunciado por partidos de oposição

Veja os deputados de Pernambuco que se posicionaram sobre impeachment de Bolsonaro

O pedido apresentado na Câmara dos Deputados conta com a assinatura de 380 pessoas, entre elas bispos, pastores, padres e frades, ligadas a igrejas cristãs católicas, anglicanas, luteranas, presbiterianas, batistas e metodistas, além de 17 movimentos cristãos.

“A motivação principal deste pedido está relacionada à ausência total de iniciativas da parte do governo para diminuir e conter os impactos da pandemia de Covid-19”, afirmou a representante do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs, pastora Romi Bencke.

Pedidos de impeachment

De acordo com a Secretaria Geral da Câmara, já foram apresentados 61 pedidos de impeachment à Câmara. Destes, 56 estão em análise. Cabe ao presidente da Câmara aceitar ou não o pedido.

O atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), deve deixar o cargo na próxima semana, quando ocorre a eleição do seu sucessor.

Mais Lidas