Saúde mental

População de Surubim passa a contar com plantão psicológico gratuito

Casos de urgência tem prioridade no serviço

Alfredo Neto
Alfredo Neto
Publicado em 28/01/2021 às 14:43
NOTÍCIA
PIXABAY
FOTO: PIXABAY
Leitura:

Com a pandemia do novo coronavírus, o número de pessoas com problemas mentais aumentou consideravelmente. Tem sido muito comum associar as doenças psicológicas ao estilo de vida, estresse, problemas familiares, dificuldades no trabalho e, mais recentemente, inúmeros problemas associados aos reflexos que a Covid-19 tem causado na população. Diante deste cenário, a prefeitura de Surubim implantou, neste mês de janeiro, o Plantão Psicológico.

Coordenado pela secretaria municipal de Saúde, o serviço dispõe de psicólogos para atendimentos de urgência. Crises de ansiedade, angústia, preocupações exageradas sem motivo aparente, surtos e traumas repentinos são algumas urgências que demandam a necessidade de um serviço de escuta qualificada com profissionais especializados. O paciente que necessitar de atendimento deve procurar o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), localizado na Rua Antônio Medeiros Sobrinho, 246, no Bairro da Cabaceira, de segunda a quinta-feira, das 8h às 12h.

Como funciona o plantão psicológico gratuito?

De acordo com a secretaria, para facilitar o acesso e garantir celeridade no atendimento, o morador do município não precisa agendar marcação. Também não há triagem. Menor de idade deve estar acompanhado de um maior responsável. Tudo é ofertado gratuitamente. “Em tempos difíceis, a saúde mental é um bem precioso que necessita de cuidados e de uma atenção especial. Foi pensando no bem-estar da população que a prefeitura criou o serviço de escuta qualificada com psicólogos para quem necessitar em momentos de urgência”, diz nota publicada pela gestão.

Mais Lidas