crime

Menino que vivia acorrentado em barril continua internado

A criança chegou a se alimentar de fezes e sofreu diversos maus-tratos

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 01/02/2021 às 15:59
NOTÍCIA
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

No último sábado (30), uma criança de 11 anos foi encontrada pela Polícia Militar acorrentada em um barril e sem poder se alimentar. De acordo com a Prefeitura de Campinas, após o resgate o garoto recebeu atendimento médico e continua internado em observação no Hospital Municipal Ouro Verde, em Campinas, São Paulo, com quadro de desnutrição.

Criança resgatada de cárcere privado chegou a se alimentar de fezes

O menino que vivia acorrentado em barril foi levado para o hospital, com quadro de desidratação extrema. Ele foi alimentado e fez diversos de exames. A alta médica deve acontecer quando ele estiver em um peso considerado ideal.

Vizinhos afirmam que pais de menino encontrado em barril pareciam gentis e reservados

De acordo com a Polícia Civil, o pai do menino chegou a afirmar em depoimento que o filho é muito agitado, agressivo e fugia de casa e justificou a atitude como forma de educar o menino. O caso foi registrado na 2ª Delegacia de Defesa da Mulher de Campinas.

Relembre o caso

Segundo um dos policiais, o menino foi encontrado em uma situação desoladora, e disse que chegou a comer fezes, porque não davam comida para ele. Também há relatos de que o homem jogava água sanitária e água fria para dar banho no menino.

Segundo a polícia, a criança não é filha biológica do casal. "O homem disse que uma mulher, usuária de drogas, e com quem ele teve relação, afirmava que o filho era dele. Essa usuária abandonou o menino com ele e a atual companheira", explicou o policial.

Mais Lidas