Protesto

Petroleiros realizam ato para apoiar a greve dos caminhoneiros e contra preços altos de combustíveis

Coordenador do sindicado disse que petroleiros têm pautas em comum com os caminhoneiros

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 01/02/2021 às 10:07
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Petroleiros estão fazendo, na manhã desta segunda-feira (1º) um ato contra a alta dos combustíveis e do gás de cozinha em Prazeres, Jaboatão dos Guararapes. O protesto apoia a Greve dos Caminhoneiros. O ato está acontecendo em um posto no quilômetro 83 da BR-101.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), ainda não há registros de interdição até o momento em Pernambuco. O trânsito segue normal nas rodovias federais.

O Sindicato dos Petroleiros de Pernambuco planejou um ponto de apoio à greve. Foi realizada uma distribuição de marmitas para os caminhoneiros que estavam estacionados no posto nesta manhã. Além disso, no local também estão concentrados representantes dos metalúrgicos e de movimentos sociais.

Outro ato está programado pelos Petroleiros na manhã desta segunda, às 11h. O protesto será no Centro do Recife, com doação de botijões de gás, para protestar contra o aumento dos preços do produto.

De acordo com o coordenador geral do Sindicato dos Petroleiros de Pernambuco, Rogério Almeida, os petroleiros têm pautas semelhantes com as dos caminhoneiros. Entre elas, o pedido de diminuição no preço dos combustíveis e o fim do Preço de Paridade Internacional (PPI).

Greve dos Caminhoneiros em 2018

Em 2018, o grupo realizou uma paralisação que durou dez dias, afetando o sistema de distribuição em todo o país que causou uma falta generalizada de combustível. Dessa vez, segundo Plínio Dias, presidente do CNTRC, a situação é pior do que naquele ano.

Na semana passada o presidente Jair Bolsonaro fez um apelo aos motoristas para que adiassem a greve. Segundo ele, o governo avalia alternativas para reduzir o PIS/Cofins e o preço do diesel.

Mais Lidas