Rodovias

Levantamento mostra a BR-232 como a mais letal de Pernambuco em 2020

Dados divulgados pela CNT indicam que 83 pessoas morreram em acidentes na rodovia

Laís Milena
Laís Milena
Publicado em 03/02/2021 às 15:26
NOTÍCIA
Reprodução/Por Dentro/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/Por Dentro/TV Jornal Interior
Leitura:

A Confederação Nacional dos Transportes (CNT) divulgou um levantamento sobre o número de acidentes que ocorreram nas rodovias federais, em 2020. Os dados mostram que o ano terminou com 63.447 acidentes e 5.287 mortes nas rodovias federais do Brasil. O número representa, respectivamente, queda de 5,9% e de 0,8%. Segundo os dados, a BR-232 foi a mais letal em Pernambuco.

O levantamento tem como base os dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF), responsável pela fiscalização de trânsito das BRs. Os dados mostram que a cada 100 acidentes com vítimas, dez pessoas morreram. No Nordeste, foram 13.856 acidentes.

De acordo com os números, do total de vítimas, 81,8% são homens e a maioria das mortes (54,8%) acontecem entre a sexta-feira e o domingo. No Brasil, as BRs 116 e 101 são as que mais matam e os estados do Maranhão, Tocantins, Bahia, Piauí e Alagoas são os que registram os acidentes mais graves.

O custo estimado de todos os acidentes nas rodovias federais foi de R$ 10,22 bilhões. A CNT explicou que houve menos acidentes, no entanto eles foram mais letais. As colisões são a principal causa dos acidentes, com 59,4% do total, e responsáveis por 61,8% das mortes.

O levantamento indica ainda que os automóveis são o tipo de veículo que mais se envolveu em acidentes (44,2%), em seguida aparecem as motocicletas (31,8%), os caminhões (17,6%) e as bicicletas (2,7%). Em relação a idade das vítimas, a maioria tinha mais de 45 anos.

Pernambuco

Pernambuco teve 2.557 registros de ocorrências em estradas federais, 2.006 acabaram com pessoas mortas ou feridas. Os números indicam que 16% dos acidentes têm vítimas fatais. Isto é um pouco maior do que a média de vítimas fatais no Nordeste. Na região, 15% dos acidentes registram vítimas fatais. 

A BR-232 foi a mais letal do estado. Somente em 2020, morreram 83 pessoas na rodovia. O custo anual dos acidentes de trânsito ocorridos em rodovias federais no chegou a R$ 486,26 milhões, no ano anterior.

Mais Lidas