menu

Bradesco fecha 1.083 agências e demite 7.754 funcionários em 2020

As medidas foram necessárias para controlar os custos e reduzir as despesas, informou o banco

Bradesco adotou fechou agências e demitiu funcionários para cortar custos
Bradesco fechou agências e demitiu funcionários para cortar custos (Seeb/Divulgação)

Em 2020, o Bradesco fechou 1.083 agências físicas e demitiu 7.754 pessoas do quadro de funcionários. De acordo com o banco, as ações foram necessárias para conter os custos e reduzir as despesas. Dessa forma, a eficiência operacional pode subir e ter o seu melhor desempenho.

Em dezembro, a instituição contava com 3.395 unidades em todo o país, e um quadro de 89.575 pessoas. Os valores são, respectivamente, 24,2% e 8% inferiores aos números registrado no mesmo período de 2019.

Segundo o banco, as medidas adotadas possibilitaram uma redução de R$ 3,2 bilhões, ou 6,6%, das despesas operacionais. Com isso, a eficiência operacional foi de 46,3% em 12 meses, o melhor desempenho da história do banco.

"Adotamos como mantra a austeridade total na estrutura de custos da Organização, inclusive com a consolidação das agências sobrepostas", explicou o presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, em comentário à imprensa.

* Com informações do Estadão