Economia

Senador propõe que auxílio emergencial seja prorrogado com dinheiro de renúncias fiscais

De acordo com senador, seria possível pagar pelo menos mais quatro parcelas do benefício

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 05/02/2021 às 9:09
NOTÍCIA
Jailton Junior/JC Imagem
FOTO: Jailton Junior/JC Imagem
Leitura:

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) anunciou que propôs que o auxílio emergencial fosse prorrogado utilizando o dinheiro de renúncias fiscais da União. De acordo com Rodrigues, será possível fazer uma economia de mais de R$ 104,4 bilhões.

Randolfe ainda disse que é possível conseguir dinheiro com a tributação de aplicações em Fundos de Investimentos Fechados. Com isso, haveria mudanças na regra do Imposto de Renda.

Mais quatro parcelas poderiam ser pagas

Ainda segundo o senador, poderia ser possível o pagamento de, no mínimo mais quatro parcelas do auxílio emergencial.
“A partir deste mês de janeiro, temos 68 milhões de brasileiros desamparados. Estamos com uma média de mais de mil mortes por dia há vários dias e teremos um agravamento das crises sanitária e econômica se não tiver nenhum tipo de socorro para eles”, afirmou ele.

*Com informações do Notícias- Concursos

Mais Lidas