Saúde

Como se prevenir do Câncer? Entenda cuidados

Segundo especialistas, a prevenção começa já na procura regular de médicos

Samara Pontes
Samara Pontes
Publicado em 06/02/2021 às 9:38
NOTÍCIA
Reprodução/NE10 Interior
FOTO: Reprodução/NE10 Interior
Leitura:

O Dia Mundial de Combate ao Câncer foi vivenciado em 04 de fevereiro e para acender o alerta sobre a doença, a radialista Samara Pontes conversou com os médicos, cirurgiões oncológicos, André Marinho e Rogério Bellini. Os profissionais participaram do “Consultório do Rádio Livre” na última sexta-feira (05).

A incidência do câncer é alta e dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), demonstram também os principais tipos tanto para homens, como para mulheres. “Normalmente baseamos a estatística do câncer no país através dos dados do Inca. Segundo o instituto, em 2020, o principal tipo de câncer para o homem foi o de próstata, já para as mulheres o câncer de mama é o mais prevalente”, iniciou Marinho. Já segundo Bellini, existem diferenças nas causas do câncer ao redor do mundo: “Os países mais desenvolvidos apresentam o câncer decorrente do envelhecimento. Uma das causas da doença são esses ‘defeitos’ que o nosso corpo apresenta com a idade. Em países como o Brasil, cânceres decorrentes de vírus como o HPV são bastante comuns. Vale lembrar que existem mais de 18 milhões de casos de câncer no mundo e, desses, mais de 9 milhões vão a óbito.”

Quando se fala em diagnóstico precoce, o desafio é convencer a população a procurar ajuda médica antes de qualquer sintoma aparecer, mas segundo os profissionais, além deste fator, outras atitudes precisam ser tomadas pelo sistema de saúde. “São vários fatores. Na prática, nós vivemos em um país com um Sistema Único de Saúde, com seus protocolos, além das Unidades Básicas. Deveria existir um esclarecimento dos próprios profissionais com a população. Tem que ter busca ativa também, conhecer a comunidade e informar sobre as diversas formas de prevenção, além de acompanhar de perto cada paciente. Esse cenário seria o ideal”, comentou Rogério.

Os efeitos do tratamento para o câncer costumam assustar as pessoas, mas de acordo com os médicos, as condutas, ainda que um pouco agressivas em alguns casos, são passageiras e visam salvar a vida do paciente. “A cirurgia oncológica, por exemplo, atua muito nesse intuito de melhorar a expectativa e a qualidade de vida. Pessoas com tumor de estômago, por exemplo, e que não conseguem se alimentar, são beneficiados com um tratamento do tipo. Já com relação aos efeitos colaterais da quimioterapia, vão existir alguns fatores que precisam ser analisados, como a ação de cada quimioterápico, de que forma cada organismo vai reagir e a dose administrada em cada caso. O importante é saber que o tratamento vem para ajudar”, pontuou André.

Durante a conversa, os médicos ainda alertaram sobre as causas do câncer, cuidados paliativos, a importância do atendimento multidisciplinar, entre outros pontos. A informação é a principal arma contra o câncer e entender que o diagnóstico precoce pode salvar vidas e os tratamentos contra a doença estão cada vez mais eficazes é primordial para quebrar o estigma em torno do tema.

Como se prevenir do Câncer? Veja entrevista completa

Mais Lidas