recuperação

Idosa de 116 anos, segunda pessoa mais velha do mundo, se cura da Covid-19

Irmã Andree irá completar 117 anos ainda nesta semana. Ela é a pessoa mais velha da Europa.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 09/02/2021 às 11:37
NOTÍCIA
Reprodução/Internet
FOTO: Reprodução/Internet
Leitura:

Prestes a completar 117 anos, a pessoa mais velha da Europa e a segunda mais velha do mundo está curada da Covid-19. A feira francesa Lucile Randon, a irmã Andree, de 116 anos, chegou a ficar 16 dias em isolamento depois de ser contaminada na casa de repouso onde mora na cidade de Toulon, na França.

A irmã Andree não chegou a apresentar sintomas graves, bem como boa parte dos 80 colegas da casa de repouso que também foram contaminados. No entanto, dez pessoas morreram em decorrência da Covid-19.

Sobre a irmã Andree

A freira nasceu no dia 11 de fevereiro de 1904, em Ales. O recorde de idade é reconhecido pelo Grupo de Pesquisas de Gerontologia. A irmã Andrees só é mais jovem do que a japonesa Kane Tanaka, que nasceu no dia 2 de janeiro de 1903 e completou 118 anos.

Mesmo com idade avançada, a freira recorda de fatos como a I Guerra Mundial e dos trabalhos como governanta, professora e cuidando de órfãos e idosos no Hospital de Vichy após a II Guerra Mundial.

Mais Lidas