economia

Pesquisa aponta que cesta básica teve alta em janeiro, em Caruaru

O valor médio passou de R$ 365,57 para R$ 371,86.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 11/02/2021 às 16:18
NOTÍCIA
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

Alunos do cursos de Ciências Contábeis e de Gestão Financeira do Centro Universitário UniFavip, em Caruaru, no Agreste, divulgaram uma pesquisa nesta quinta-feira (11) apontando que a cesta básica teve alta de 1,72% na cidade no mês de janeiro de 2021. De acordo com os resultados apresentados, o valor médio passou de R$ 365,57 para R$ 371,86, um aumento de R$ 6,29 com relação a última pesquisa.

Em comparação à capital pernambucana, cesta básica em Caruaru ainda tem um preço considerado inferior. Em Recife, o valor médio é de R$ 474,22. Sendo assim, os caruaruenses pagam R$ 102,36 a menos.

O levantamento realizado com a coordenação da professora Eliane Alves mostra que os itens que contribuíram para a alta foram o leite (6,17%), o tomate (3,68%), o feijão (3,74%) e a margarina (2,75%). Em contrapartida, o óleo (-4,49%), a farinha (-3,1%) e o açúcar (0,73%) registram queda em janeiro.

Cesta básica x salário

A pesuisa aponta ainda que, a partir dos resultados apresentados, uma família de Caruaru deveria receber um salário mínimo de de R$ 3.123,98 em janeiro de 2021 para a aquisicao dos generos alimenticios basicos que garantem a sobrevivência digna de um grupo familiar.

O levantamento é realizado a partir da metodologia do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE).

Mais Lidas