Saúde

Saiba como controlar ou reduzir os níveis de colesterol

Nutrólogo tirou as dúvidas sobre o tema em entrevista à Radio Jornal.

Samara Pontes
Samara Pontes
Publicado em 20/02/2021 às 15:34
NOTÍCIA
Reprodução Internet
FOTO: Reprodução Internet
Leitura:

Em entrevista ao programa Consultório da Rádio Jornal Garanhuns, o nutrólogo da cidade de São Paulo (SP) Daniel Magnoni, tirou as principais dúvidas sobre o controle do colesterol. O médico, que também é autor de diversos livros na área de nutrição e gastronomia, alertou sobre a necessidade de uma avaliação médica para definir os valores ideais do colesterol total, HDL E LDL. O programa foi ao ar na sexta-feira (19).

O profissional explicou que a dosagem do colesterol total está relacionada diretamente à doença cardiovascular, além do motivo no uso de termos como 'colesterol bom' (o HDL), e 'colesterol ruim' (LDL). “Existem proteínas que têm afinidades pelo colesterol, então elas ‘retiram’ esse colesterol da parede das artérias. E existem proteínas que não têm afinidades e ‘soltam’ essas moléculas, que, por sua vez, vão aderir na parede das artérias, tornando assim o que chamamos de colesterol ruim”, explica.

Com relação aos valores de referência, Magnoni detalha que o médico é quem vai avaliar a situação de cada paciente. Dependendo do histórico familiar, estilo de vida e fatores de risco, por exemplo, esses valores podem ter uma interpretação diferente e consequente tratamento individualizado. “Nós temos que ter o LDL de rotina, próximo de 100 mg/dl. Se você tem antecedentes na família, a necessidade desse valor passa a ser em torno de 70 mg/dl. Agora se você tem obesidade, diabetes, outras doenças, já cai para 50 mg/dl. Com relação ao HDL, tem que estar sempre acima de 45 mg/dl”, alerta.

Para controlar ou reduzir o colesterol uma alimentação saudável e a prática de atividade física pode resolver o problema. Porém se o indivíduo tem histórico familiar, apresenta alguma doença de base, idade, ou outros fatores de risco, é possível que seja necessário a utilização de medicamentos. O que todos precisam saber é que para ter controle sobre esses valores e evitar problemas graves de saúde, a prevenção será sempre o melhor remédio. Ir ao médico, realizar exames de rotina e manter hábitos saudáveis de vida já são suficientes.

Mais Lidas