menu

Motoboys depredam casa e carro de cliente que não pagava pelos pedidos; veja vídeo

Os motociclistas que trabalham com entregas para aplicativos de comida aparecem nas imagens invadindo a casa.

Os motoboys depredaram a casa do morador
Os motoboys depredaram a casa do morador (Reprodução/Internet)

Aproximadamente 15 motoboys de aplicativos de entrega de comida foram flagrados depredando o portão e o carro de um cliente na cidade de Bauru, em São Paulo. Eles alegaram que o cliente em questão aplicava golpes em todos eles por meio de aplicativo.

De acordo com as informações dos motoboys, o usuário do app pedia a comida e depois ligava para o restaurante alegando não ter recebido o pedido. O estabelecimento enviava novamente o pedido e o homem não pagava por ele.

As agressões viralizaram nas redes sociais por meio de um vídeo publicado. É possível ver os motoboys com as mochilas nas costas chutando e esmurrando o portão da casa. O grupo descola o portão, invade a casa e depreda o veículo do homem que supostamente não pagava pelos pedidos.

Em entrevista ao UOL, um entregador detalhou o golpe que o morador supostamente costuma aplicar. "Ele pede cerveja, comida e outras coisas. Aí espera passar da meia-noite e diz no aplicativo que o pedido não foi entregue. Eu mesmo já levei sanduíche lá e depois recebi a notificação do app", afirmou.

Sindimoto garantiu que vai apurar os fatos e desfiliar do sindicato quem tiver participado das agressões.

Veja o vídeo

Entregadores destroem portão, invadem garagem e depredam carro em Bauru (SP)

  • 23/02/2021 09:29
Revoltados com um usuário que estaria aplicando golpes em apps de delivery, dezenas de motoboys da cidade de Bauru (SP) se reuniram diante da casa do cliente, arrebentaram o portão e depredaram um carro que estava estacionado no local #Bauru #Entregador #SãoPaulo ------------------------- Bem-vindo ao canal do UOL no YouTube. Aqui você encontra notícias direto da redação, tudo sobre política, matérias especiais e o melhor do mundo do entretenimento. ** INSCREVA-SE NO CANAL: http://bit.ly/2xolCQ2 1 minuto e 14 segundos