RESGATE

Crianças e adolescentes são resgatados em condições semelhantes ao trabalho escravo

Foram encontrados cinco crianças e dois adolescentes no local

Equipe NE10 Interior
Equipe NE10 Interior
Publicado em 27/02/2021 às 10:28
NOTÍCIA
Reprodução/NE10 Interior
FOTO: Reprodução/NE10 Interior
Leitura:

Duas famílias foram resgatadas de condições semelhantes ao trabalho escravo em uma plantação de fumo na última quarta-feira (24) no Vale do Rio Pardo, no Rio Grande do Sul.

De acordo com o Ministério Público do Trabalho, foram encontrados cinco crianças e dois adolescentes de 9 a 17 anos de idade, em situação de trabalho e irregular e vivendo em locais impróprios.

Na propriedade rural de aproximadamente 20 hectares foram encontradas duas famílias, uma composta por um casal com quatro filhos e outra por um casal com três filhos. De acordo com informações, eles moravam juntos no local onde o fumo era armazenado, com instalações precárias.

Eles não utilizavam equipamentos de proteção individual para controle do risco oferecido por agrotóxicos, e mesmo pelo contato com a folha verde do fumo durante a colheita, as crianças e adolescentes apresentavam queixas como náuseas e vômitos.

De acordo com o MPT, a propriedade pertence a um terceiro casal, que tinham a documentação em dia, incluindo talão de produtor rural.  A fiscalização apontou que, durante 10 meses de trabalho, uma das famílias possuía uma renda mensal que não chegava a R$300.

As famílias foram resgatadas da propriedade e levadas à Assistência Social da cidade, todos, inclusive os menores de 18 anos, vão receber o seguro-desemprego.

Mais Lidas