pandemia

Pernambuco suspende cirurgias eletivas em todas as cidades para liberar mais leitos para Covid-19

A decisão vale para todas as unidades hospitalares da rede assistencial pública e privada.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 03/03/2021 às 9:44
NOTÍCIA
Divulgação/Prefeitura de Caruaru
FOTO: Divulgação/Prefeitura de Caruaru
Leitura:

Em virtude do aumento de casos de Covid-19 registrados no Estado, o Governo de Pernambuco anunciou a suspensão das cirurgias eletivas em todos os municípios entre os dias 8 e 19 de março em todas as unidades hospitalares da rede assistencial pública e privada. A decisão foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (3).

A medida já havia sido adotada anteriormente pelo Governo Estadual para 63 municípios do Agreste e Sertão. De acordo com o decreto, são consideradas cirurgias eletivas aquelas que possam ser adiadas e/ou reprogramadas sem prejuízo à saúde do paciente.

Com a medida, o governo pretende ampliar a quantidade de leitos para tratar pacientes com Covid-19 e evitar exposição de pacientes ao ambiente hospitalar para prevenir novas contaminações. O texto do decreto ressalta a necessidade de "destinar o maior número de leitos disponíveis para pacientes diagnosticados ou com suspeita de infecção pela Covid-19".

A rede estadual está com uma ocupação média de 85% dos leitos. De UTI, 92% estão ocupados, enquanto os leitos de enfermaria alcançaram ocupação de 78%, até essa terça-feira (2). Na rede privada, 87% dos leitos de UTI estão ocupados. No caso dos leitos de enfermaria, esse percentual está em 46%.

Confira os serviços que serão mantidos na rede hospitalar pública e privada:

I - Atendimentos clínicos e/ou cirúrgicos, procedimentos e exames nos serviços de urgência e emergência;

III – Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico – SADT que dão suporte aos pacientes internados;

IV - Cirurgias eletivas inadiáveis como cirurgias oncológicas, cardiovasculares, transplantes de órgãos e tecidos dentre outras.

Mais Lidas