doença da urina preta

Corpo de veterinária que morreu com suspeita de Síndrome de Haff será cremado nesta quinta (4)

Priscyla Andrade, de 31 anos, morreu em um hospital do Recife.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 04/03/2021 às 11:00
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

O corpo da veterinária Priscyla Andrade, de 31 anos, que morreu na última terça-feira (2) com suspeita de Síndrome de Haff, será velado nesta quinta (4) no cemitério Morada da Paz, em Paulista. Priscyla será cremada no mesmo local após a cerimônia prevista para 21h.

Saiba tudo sobre a Síndrome de Haff, a doença da urina preta provocada por toxina do peixe

Também será realizado um momento religioso às 19h, entre o velório e a cremação, para que as pessoas realizem um momento de despedida. 

Relembre o caso

A veterinária morreu após passas 12 dias internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Real Hospital Português, em Recife. Priscyla e a irmã, Flávia Andrade, de 36 anos, foram internadas com suspeita da doença da urina preta após comerem um peixe da espécie arabaiana.

Flávia recebeu alta da unidade hospitalar em 24 de fevereiro enquanto a irmã continuou internada em estado grave.

Mais Lidas