Entrevista

Oposição precisa se organizar sem se digladiar para as eleições de 2022 em Pernambuco, diz Gustavo Krause na Rádio Jornal Caruaru

Krause relatou que o governo federal errou na condução do combate ao covid-19

Berg Santos
Berg Santos
Publicado em 09/03/2021 às 15:55
NOTÍCIA
Reprodução/Rádio Jornal Caruaru
FOTO: Reprodução/Rádio Jornal Caruaru
Leitura:

O ex-Ministro e ex-Governador, Gustavo Krause, concedeu entrevista nesta terça-feira (9), no programa Além da Notícia, da Rádio Jornal Caruaru, e opinou sobre a política nacional e estadual. Krause relatou que o governo federal errou na condução do combate a pandemia da Covid-19 e teceu críticas ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Para o político “é inadmissível que um país que tenha uma crise sanitária não tenha um ministro da saúde a quem você pode se referir como ministro da saúde, não é médico, não é sanitarista é um respeitado general do exército e isso não tem nada a ver”.

Krause também disse que o Presidente Bolsonaro errou quando subestimou a doença. “Ele [o Presidente] subestimou de maneira desrespeitosa a pandemia, chamou de gripezinha. Ele podia ter a intenção de dar prioridade a economia, mas, essas coisas não podem se colocar como um dilema, era preciso primeiro prevenir e eu acho que houve erros brutais desde o processo de primeiro enfrentamento, não tinha como não ser o isolamento social”.

Sobre as eleições de 2022 em Pernambuco, Gustavo Krause destacou que a oposição se mostrou muito forte no pleito de 2020 e que é necessário que o grupo se articule para concorrer fortemente ao Governo do Estado. “A oposição precisa começar a se preparar para o próximo embate que vai ocorrer nas eleições de 2022, mas tem que começar a se preparar agora e essa preparação nós aprendemos a muito custo e ela tem que ocorrer sem que os nomes se digladie”, afirmou Krause.

A entrevista completa você pode conferir abaixo:

Mais Lidas