um ano de pandemia

Primeiros pacientes com Covid-19 de Pernambuco continuam em isolamento após um ano

Solange e Sylvio tiveram os primeiros sintomas após uma viagem ao Egito e Itália, no final de fevereiro de 2020.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 11/03/2021 às 11:20
NOTÍCIA
JAILTON JR./JC IMAGEM
FOTO: JAILTON JR./JC IMAGEM
Leitura:

O casal Sylvio Cavalcanti, de 72 anos, e Solange Catunda, de 66, foram as primeiras pessoas em Pernambuco a apresentar teste com resultado positivo para a Covid-19. Os dois começaram a apresentar os primeiros sintomas do coronavírus após uma viagem ao Egito e Itália, no final de fevereiro de 2020. Um ano após serem contaminados, eles continuam em isolamento.

Em fevereiro do ano passado o norte da Itália despontava com maior foco da doença. Na época, Solange começou a sentir febre, moleza, falta de ar e dor de cabeça. Já Sylvio teve apenas um cansaço. Sem apresentar melhoras, os dois procuraram atendimento médico no Hospital Português, no Recife.

Ao informarem que haviam viajado para a Itália os dois logo internados e isolados. Os dois primeiros casos de Pernambuco foram confirmados pelo governo estadual no dia 12 de março. Solange passou 17 dias hospitalizada e Sylvio, que ficou em estado grave, passou 65 dias na UTI, dos quais 25 entubado.

"Não tínhamos noção da gravidade. Mas com o agravamento da situação de Sylvio, me desesperei. Só fazia chorar, rezar e pedir aos médicos que cuidassem dele. Houve um empenho dos profissionais. Permiti que nossos casos fossem usados em estudos internacionais, uma maneira de ajudar a humanidade", diz Solange.

"Infelizmente ainda estamos com a doença no Estado. Mesmo tendo tido coronavírus, adotamos os protocolos, como uso de máscaras. E nos mantemos isolados", explica Sylvio.

Casos em Pernambuco

De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) na noite da última quarta-feira (10), Pernambuco registrou registra um total de 267.569 pacientes recuperados da doença. Destes, 19.997 eram pacientes graves, que necessitaram de internamento hospitalar, e 247.572 eram casos leves. O Estado totaliza 11.246 mortes pela doença.

Mais Lidas