Saúde

Anvisa aprova registro de vacina de Oxford e de 1º medicamento contra covid-19 no Brasil

Rendesivir tem registro aprovado para tratamento em hospitais

Agência Brasil
Agência Brasil
Publicado em 12/03/2021 às 11:43
NOTÍCIA
Getty Images
FOTO: Getty Images
Leitura:

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) anunciou, nesta sexta-feira (12), a aprovação do primeiro medicamento com indicação em bula para tratamento de pacientes infectados pela covid-19, o antiviral Rendesivir, no Brasil.

A mesma medicação, da biofarmacêutica americana Gilead Sciences, também foi aprovada no ano passado para uso como medicamento oficial para o tratamento da covid-19 pela Food and Drug Administration (FDA), órgão norte-americano equivalente à Anvisa.

No mês de novembro de 2020, a Organização Mundial da Saúde (OMS) havia orientado que o medicamento não fosse usado em pacientes hospitalizados. 

Vacina de Oxford

No anúncio, o gerente-geral de Medicamentos e Produtos Biológicos da agência, Gustavo Mendes, disse que a Anvisa também concedeu o registro definitivo à vacina da AstraZeneca/Oxford, que já tinha autorização para uso emergencial no país, assim como a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

O primeiro imunizante a obter o registro definitivo no Brasil foi o da Pfizer.

Com a liberação, a vacina do consórcio AstraZeneca/Oxford terá uma etapa de produção no Brasil, na Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A autorização permite que a vacina seja aplicada em maiores de idade.

Veja o anúncio:

Mais Lidas