Consultório

Como é a situação atual das mulheres no mercado de trabalho?

No mês da mulher, a realidade delas no mercado de trabalho é debatida no Consultório do Rádio Livre

Samara Pontes
Samara Pontes
Publicado em 10/03/2021 às 15:30
NOTÍCIA
Reprodução/NE10 Interior
FOTO: Reprodução/NE10 Interior
Leitura:

Dando continuidade à série de entrevistas na “semana da mulher” na Rádio Jornal Garanhuns, a radialista Samara Pontes conversou com as advogadas Juliane Lima e Lígia Melo. As profissionais são, respectivamente, presidenta e vice-presidenta da Comissão Subseccional de Direitos Humanos da OAB Pernambuco e falaram sobre Políticas Públicas e o mercado de trabalho para as mulheres.

A realidade do mercado de trabalho para as mulheres no Brasil ainda é de desigualdade. “Agora com a pandemia tudo ficou muito mais difícil para as mulheres. Mesmo trabalhando home office, continuamos a assumir a casa e os filhos como sempre foi. Inclusive, nós temos dados de que muitas advogadas estão desistindo da profissão por falta de tempo, por que assumiram muitas atividades dentro de casa”, inicia Juliane.

As diferenças salariais também estão bem nítidas na sociedade. As mulheres conquistam espaços de poder e salários iguais em situações ainda muito pontuais. “Quando a gente fala sobre igualdade salarial, ainda não analisamos por todos os aspectos. Se a mulher estiver em um trabalho de base, sim, ela vai ganhar igual ao homem, mas quanto mais você alcança cargos mais altos, menos mulheres ocupam esses espaços e, as que chegam lá, ganham menos”, pontuou Lígia.

A conversa ainda frisou a falta de políticas públicas direcionadas às mulheres, especialmente àquelas que estão na zona rural; a luta contra o machismo estrutural da sociedade, e as desigualdades, ainda maiores, enfrentadas por mulheres negras. A entrevista completa está disponível no Facebook da Rádio Jornal Garanhuns.

Como é a situação atual das mulheres no mercado de trabalho? Veja entrevista completa

Mais Lidas