agreste

Feiras do Polo de Confecções do Agreste serão suspensas durante quarentena mais rígida em Pernambuco

Novas medidas anunciadas nesta segunda-feira (15) suspendem todo tipo de atividade considerada não essencial.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 15/03/2021 às 17:01
NOTÍCIA
Wesley Santos/TV Jornal Interior
FOTO: Wesley Santos/TV Jornal Interior
Leitura:

O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), anunciou por meio de pronunciamento nesta segunda-feira (15) que entre os dias 18 e 28 de março o Estado entra em quarentena. De acordo com o gestor estadual, durante estes dias fica proibido o funcionamento de atividades sociais e econômicas não essenciais em todos os horários, durante toda a semana.

Governador anuncia quarentena mais rígida em Pernambuco a partir de quinta-feira (18)

Saiba o que pode e o que não pode funcionar durante quarentena mais rígida em Pernambuco

As medidas impactam o funcionamento das feiras do Polo de Confecções do Agreste, em Caruaru, Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. De acordo com o que foi anunciado pelo governador, as atividades devem ser suspensas por se enquadrarem como atividades econômicas não essenciais, a exemplo do que ocorreu em 2020, quando este mesmo setor precisou suspender a comercialização de forma presencial.

Representantes dos municípios devem definir em reunião como será realizada a comercialização de mercadorias durante a suspensão das atividades. A decisão do Governo Estadual tem o objetivo de conter o novo avanço da doença. O Estado alega que o sistema de saúde está pressionado, com registro de uma taxa de ocupação de UTI acima dos 95%.

Confira o que está proibido:

- bares e restaurantes; 
- shoppings e galerias comerciais; 
- óticas; 
- salas de cinema e teatros; 
- academias; 
- salão de beleza e similares; 
- comércio varejista de vestuário, calçados, eletroeletrônicos e linha branca, cama, mesa e banho e produtos de armarinho; 
- escolas e universidades (públicas e privadas); 
- clubes sociais , esportivos e agremiações; 
- práticas e competições esportivas; 
- praias, parques e praças; 
- ciclofaixas de lazer, eventos culturais e de lazer, além dos sociais.

Confira o que pode funcionar:

- supermercados; 
- padarias; 
- farmácias; 
- postos de combustíveis; 
- petshop; 
- clínicas, ambulatórios e similares; 
- bancos e lotéricas; 
- transporte público; 
- indústrias, atacado e termoelétricas; 
- construção civil; 
- material de construção; 
- materiais e equipamentos de informática; 
- lojas de materiais e equipamentos agrícolas, 
- oficinas e assistências técnicas e lojas de veículos.

Mais Lidas