mês da mulher

Histórias de mulheres inspiradoras apresentaram a força do empreendedorismo feminino no SJCC

Donas do próprio negócio, empreendedoras do Agreste de Pernambuco contaram suas trajetórias em programação especial dedicada ao Mês da Mulher.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 16/03/2021 às 15:02
NOTÍCIA
Reprodução/NE10 Interior
FOTO: Reprodução/NE10 Interior
Leitura:

As mulheres ocupam cada vez mais o seu lugar de direito na sociedade por meio do empreendedorismo. Este fato pode ser comprovado por meio do resultado de diversas pesquisas, que apontam que os negócios geridos por mulheres crescem a cada dia. Só no Brasil, são mais de 10 milhões de empreendedoras formais. Um dado que mostra que, mesmo com uma caminhada cheia de desafios na luta pela igualdade social e econômica, elas têm a resposta.

O Sistema Jornal do Commercio de Comunicação promove durante o mês de março diversas ações para destacar a força do empreendedorismo feminino. Na semana do Dia Internacional da Mulher, de 8 a 12 de março, uma série de reportagens exibida no programa 'O Povo na TV', da TV Jornal Interior, contou a história de mulheres inspiradoras que, com muita coragem, enfrentaram os desafios do mercado empreendedor e hoje tem sucesso nos negócios.

Na série de reportagens 'Elas têm a resposta', Renata Araujo contou a história de seis mulheres empreendedoras: Maria Aparecida, Paula CostaRafaelly CavalcanteMaria Júlia, Eliane Melo e Kerly

Maria Aparecida

A empresária é dona da Noemy, que é uma empresa familiar que preserva e reinventa a tradição da renda de renascença. A marca foi fundada em 1989 em Poção, no Agreste de Pernambuco, e tem origem na história de uma mãe em busca do sustento da própria família.

O poder da renascença: empresa pernambucana gera sustento para mais de cinco mil famílias

Atualmente, a Noemy conta com dois sócios e participação de vários familiares, além de 120 funcionários, o que gera emprego e renda para moradores do município e de cidades vizinhas, além da exportação de peças e matéria-prima para todo o país.

Paula Costa

A empreendedora apostou que 2020 seria seu ano, mas no segundo semestre, após ter paralisado um lado do corpo, foi diagnosticada esclerose múltipla, uma doença autoimune e sem cura. Paula é proprietária da Pérola Joias, que fica em Caruaru, no Agreste.

Mesmo após ser diagnosticada com esclerose múltipla, empresária amplia negócios no setor de joias e acessórios

Apesar do momento difícil e ter a fé abalada, Paula disse que agradece todos os dias só por estar viva. "Parecia que meu mundo tinha acabado, eu comecei a questionar a minha fé. Foi quando passei por todo esse processo de evolução. Hoje minha fé só aumentou. Ao acordar, só de abrir o olho, ver que estou viva, enxergando, eu já começo o dia agradecendo", diz.

Rafaelly Cavalcante

A empresária Rafaelly Cavalcante é proprietária da Elly Jeans, que fica em Toritama, no Agreste. Filha de profissionais da educação, aos 13 anos, ela dava aula de reforço escolar e foi auxiliar de uma professora.

Referência em moda e tratamento de cabelos crespos: jovens empreendedoras são inspiração para mulheres

Aos 16 anos, Rafaelly começou a trabalhar em uma loja de roupas em um estabelecimento que lhe ofereceu o primeiro contrato de trabalho. Foi em 2011 que Rafaelly deu o primeiro passo e abriu seu empreendimento com o dinheiro de algumas economias com foco na produção de peças jeans. Em 2015, mudou o negócio para uma loja maior e em 2016 lançou uma nova linha de produtos. Já em 2018, a empresária inaugurou uma "super loja" e Toritama, no Agreste.

Maria Júlia

A empresária Maria Júlia se destaca quando o assunto é beleza e empoderamento. A proprietária da 'Maju Cachos' começou a empreender aos 16 anos, quando iniciou sua transição capilar. Ela postava vídeos no Instagram e várias meninas pediam dicas sobre como cuidar do cabelo natural.

Maju tem um salão especializado em cuidados de cabelos cacheados em Caruaru. Hoje, ela tem o prórpio espaço, que foi conquistado com muito esfoço, e é considerado o único no segmento na região. Além de atender as clientes, o salão também oferece produtos desenvolvidos por Maju.

Eliane Melo

A empresária é dona de uma grande loja localizada em Caruaru, no Agreste, a CH Varejão. Após se casar, Eliane e seu esposo começaram a gerenciar juntos um pequeno negócio na Feira da Sulanca. Um tempo depois, os dois planejaram um projeto de expansão e começaram a importar diversos utensílios para a venda.

Ex-feirante desafiou o mercado empreendedor e abriu loja com mais de mil metros quadrados na pandemia

As vendas fizeram com que o negócio crescesse e se expandisse. Foi então que o casal alugou um depósito e começou a vender os produtos em atacado. Isso fez com que Eliane sentisse o desejo de abrir uma grande loja de varejo, que foi inaugurada em meio à pandemia.

Kerly

Com apenas 10 anos de idade, Kerly deixou os brinquedos de lado e começou a pintar panos de prato. O que ela não esperava é que isso fosse transformar sua vida. Ainda jovem, ela tomou coragem e começou a vender os panos de prato em um banco na feira livre e este foi o primeiro passo do seu empreendimento.

Empresária que começou vendendo panos de prato pintados à mão hoje tem cinco empresas e um haras

Atualmente, a empresária tem cinco empreendimentos, entre magazines e farmácias, não só em Altinho, onde tudo começou, mas também nas cidades de Bonito, Belém de Maria, Cupira e Lagoa dos Gatos.

Mais Lidas