quarentena

Comerciantes protestam contra quarentena e fechamento das lojas em Petrolina

Ao som do Hino Nacional, pessoas se reuniram em protesto segurando faixas em frente aos estabelecimentos do comércio.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 18/03/2021 às 9:04
NOTÍCIA
Reprodução/NE10 Interior
FOTO: Reprodução/NE10 Interior
Leitura:

Comerciantes de diversos segmentos da economia em todas as cidades de Pernambuco precisaram fechar as portas nesta quinta-feira (18) com o início do cumprimento do decreto do Governo de Pernambuco, que prevê a suspensão de atividades não essenciais até o próximo dia 28 de março. A medida levou diversos donos de estabelecimentos e colaboradores a protestaram contra o decreto na cidade de Petrolina, no Sertão.

Saiba o que pode e o que não pode funcionar durante quarentena mais rígida em Pernambuco

Já nas primeiras horas da manhã, algumas pessoas se reuniram em frente às lojas do comércio na cidade, segurando faixas em protesto e cantando o Hino Nacional. Alguns carros que passavam pelo local buzinaram em sinal de apoio aos protestantes. 

Confira o que está proibido:

- bares e restaurantes; 
- shoppings e galerias comerciais; 
- óticas; 
- salas de cinema e teatros; 
- academias; 
- salão de beleza e similares; 
- comércio varejista de vestuário, calçados, eletroeletrônicos e linha branca, cama, mesa e banho e produtos de armarinho; 
- escolas e universidades (públicas e privadas); 
- clubes sociais , esportivos e agremiações; 
- práticas e competições esportivas; 
- praias, parques e praças; 
- ciclofaixas de lazer, eventos culturais e de lazer, além dos sociais.

Mais Lidas