Morte

Ex-governador morre de Covid-19 após esperar três dias por vaga em UTI

A morte ocorreu dentro de ambulância, quando o político estava a caminho de hospital onde seria internado.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 18/03/2021 às 15:48
NOTÍCIA
Divulgação/Alego
FOTO: Divulgação/Alego
Leitura:

O ex-governador de Goiás, Helenês Cândido, de 86 anos, morreu de Covid-19, após esperar três dias por uma vaga na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Ele morreu quando estava sendo transferido de ambulância do hospital em que estava internado para um leito em Caldas Novas. 

Cândido e a esposa testaram positivo para a Covid-19 no início de março. Assim que foram diagnosticados, eles foram internados em um hospital particular em Goiânia. Após uma semana, apresentaram melhora, receberam alta e voltaram para Morrinhos, onde moram.

Na última sexta-feira (12), o ex-governador voltou a apresentar sintomas da doença e foi internado em um hospital da cidade. O quadro se agravou e ele foi intubado no dia seguinte. Ele estava em um leito semi-UTI, em um hospital de campanha.

No domingo (14), a situação piorou e ele precisava de um leito de UTI completo, com suporte para hemodiálise. No entanto, a vaga só ficou disponível na quarta-feira (17), no Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida, em Caldas Novas, a 265 km de distância de Santa Helena de Goiás. O ex-prefeito não resistiu e morreu durante a transferência.

Mais Lidas