menu

PF prende hacker em MG e faz buscas em Petrolina por vazamento em massa de dados

Mandados de busca e apreensão estão sendo realizadas duas cidades

Vazamento de dados de mais de 200 milhões de brasileiros tem gerado preocupação
PF prender hacker em MG e faz buscas em Petrolina por vazamentos em massa de dados (Marcello Casal Jr/ Agência Brasil )

Foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (19) a Operação Deepwater, com objetivo de investigar crimes de vazamentos em massa de dados de 220 milhões de brasileiros. O caso ocorreu em janeiro. Um hacker foi preso em Uberlândia (MG), suspeito de ser responsável pelo vazamento de dados.

Mandados em Petrolina

Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em Petrolina, no Sertão de Pernambuco, e Uberlândia. De acordo com o Estadão, em janeiro, foram colocados à venda na internet mais de 223 milhões de CPFs e informações como nomes, endereços e renda. Diversos dados foram disponibilizados.

De acordo com a Polícia Federal (PF), a divulgação dos dados foi feita de maneira gratuita por um usuário de fórum na internet, que também colocou à venda o resto das informações.

Em nota, a Polícia Federal disse que identificou o suspeito e um segundo hacker que estaria vendendo dados nas redes sociais.

*Com informações do Estadão