pandemia

Covid-19: estoque de oxigênio deve durar apenas 24h em Brejo da Madre de Deus

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) alerta para a crise provocada pela superlotação dos leitos.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 22/03/2021 às 14:52
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) alerta para a crise de falta de oxigênio em 78 cidades brasileiras. Entre elas, está na lista Brejo da Madre de Deus, no Agreste de Pernambuco, que conta com 30 cilindros de oxigênio. A informação foi confirmada pela assessora técnica responsável pela Covid-19 da Secretaria Municipal de Saúde, Angelita Lucena, que explicou que existe a dificuldade do abastecimento à cidade.

Angelita destacou que, se um novo estoque de oxigênio não chegar à cidade, o estoque atual do município só vai durar por mais 24 horas. "Nesta segunda (22), até 11h, nós só tínhamos um torpedo de oxigênio", disse. "Nós estamos com 16 leitos, na grande maioria, há 15 dias, nós temos observado que estes leitos têm se mantido ocupados.

Em 100% deles, a gente precisa de oxigênio para os pacientes", disse Angelita. A assessora destacou ainda que o Governo de Pernambuco tem conhecimento a respeito da situação da cidade, para que medidas sejam tomadas. "Já está sendo providenciada uma agenda com o Governo do Estado para que seja alinhada a conduta", destacou.

Por meio de nota, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE), informou que não recebeu nenhum comunicado do município de Brejo da Madre de Deus sobre dificuldades no fornecimento de oxigênio. A SES destacou que tem mantido o diálogo com os gestores municipais da região e, inclusive, encaminhou ofício semana passada destacando a importância deles repassaram à Geres os dados sobre estoque e regularidade das entregas.

"É indispensável que os municípios pernambucanos mantenham seus planos de contingência atualizados e façam o monitoramento dos seus estoques de oxigênio para, juntamente com seus fornecedores, realizar as ações necessárias para manter a assistência à população", diz o texto.

*Com informações da Rádio Jornal Caruaru

Confira a reportagem

Mais Lidas