sertão

Covid-19: pacientes morrem por falta de leito de UTI no Sertão de Pernambuco

Na região do Vale do São Francisco, a ocupação dos leitos varia entre 90% e 100% e pacientes esperam por vagas na terapia intensiva.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 22/03/2021 às 16:35
NOTÍCIA
Bobby Fabisak/JC Imagem
FOTO: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Com a capacidade de ocupação de leitos de UTI oscilando entre 90% e 100%, aumenta a preocupação com a situação de colapso no sistema de saúde da região do Vale do São Francisco, em Pernambuco. Na cidade de Ouricuri, no Sertão, duas pessoas faleceram com quadro grave da Covid-19 à espera de leitos na terapia intensiva.

Uma mulher de 78 anos, que residia na zona rural da cidade, teve parada cardíaca e não resistiu. Outra vítima foi um homem de 29 anos que faleceu com infecção generalizada quando também aguardava transferência para um leito de UTI desde a última quinta-feira (18). A direção da unidade de saúde em que ele estava já havia conseguido colocar o paciente na regulação, porém, momentos antes da transferência, ele foi a óbito.

São 44 pacientes à espera de transferência para uma vaga de UTI. São 26 pacientes da Bahia e 18 de Pernambuco. A Rede Peba, que é composta por 53 municípios, atende a uma população de quase dois milhões de habitantes.

Posicionamento do Estado

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde de Pernambuco (SES-PE) informou que não há, até o momento, registro de morte de pacientes com quadros sugestivos, ou confirmados, da Covid-19 por falta de assistência médica, de oxigênioterapia, ou suporte ventilatório, nas unidades da rede pública estadual.

A SES reforçou que, enquanto aguardam momentaneamente a liberação dos leitos, os pacientes são efetivamente assistidos em unidades de saúde da rede estadual que contam com estrutura de suporte avançado para os pacientes com quadros graves da doença.

*Com informações da Rádio Jornal Petrolina

Mais Lidas