Novo horário

Feiras do Polo de Confecções do Agreste devem começar às 10h a partir de abril, afirma Secretária Executiva de PE

Na retomada gradual das atividades haverá carga horária reduzida, escalonamento, rodízio e protocolos de saúde.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 26/03/2021 às 14:31
NOTÍCIA
Vital Florêncio/Rádio Jornal Caruaru
FOTO: Vital Florêncio/Rádio Jornal Caruaru
Leitura:

O Governo de Pernambuco divulgou um novo plano de convivência com a Covid-19, que deve entrar em vigor a partir de 1º de abril e terá regras válidas, inicialmente, até o dia 25 de abril. Em entrevista ao programa "Repercutindo", da Rádio Jornal Caruaru, a Secretária Executiva de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco, Ana Paula Vilaça explicou como será a retomada das atividades.

"A partir do dia 1º de abril a gente começa um retorno gradual de alguma atividades que tem um impacto socioeconômico grande e um baixo risco de contaminação, com carga menor e horário diferenciado, para evitar ter qualquer tipo de contaminação", disse.

Sobre as feiras do Polo de Confecções do Agreste, em Caruaru, Santa Cruz do Capibaribe e Toritama, que tradicionalmente tinha início durante a madrugada, a secretária falou que as pessoas vão precisar se adequar ao novo horário. De acordo com o plano de convivência com a Covid-19, as atividades serão liberadas a partir das 10h, nos dias de semana.

"A gente vai pedir que nessa retomada eles se adequem a esse novo horário, um esforço de vários setores e segmentos, com exceção das atividades que já estão liberadas, como supermercados, padarias, farmácias, que vão seguir seu horário normal", esclareceu a secretária.

Igrejas, praias, bares e restaurantes

Nessa retomada gradual haverá carga horária reduzida, escalonamento, rodízio das atividades, respeitando os protocolos de saúde. As celebrações religiosas poderão reabrir das 5h às 20h, durante a semana e das 5h às 17h, nos sábados, domingos e feriados, com 30% da capacidade ou com o limite de 100 pessoas.

Lanchonetes, bares, restaurantes e similares das 5h às 20h, durante a semana e das 9h às 17h, nos finais de semana e feriados, com 50% da capacidade. As praias estão liberadas para atividades físicas individuais e banho de mar, ficando proibida a comercialização de comidas e bebidas.

Escute a entrevista completa

* Com informações da Rádio Jornal

Mais Lidas