menu

Evangélicos celebram a Páscoa com momentos de reflexão em Caruaru

Pastor explica que para os protestantes o período marca a redenção de Jesus Cristo.

Missas da Semana Santa serão transmitidas pela internet e pela rádio
Semana Santa é celebrada por evangélicos com a redenção de Cristo. (Pixabay)

A Semana Santa é um período de renovação da fé para vários fiéis. Neste ano, as celebrações foram suspensas ou vão ser restritas, devido a pandemia do novo coronavírus. As comunidades evangélicas, apesar de terem uma liturgia diferente do catolicismo, também dão especial atenção a data que marca a ressurreição de Jesus Cristo.

Segundo o pastor Otavio Campos, da 3ª Igreja Presbiteriana de Caruaru, no Agreste de Pernambuco, para os evangélicos a Páscoa significa a redenção de Jesus Cristo. "A escritura diz que ele é o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Jesus Cristo morreu pelos nossos pecados, mas ao terceiro dia ressuscitou para nos dar a vida eterna, esse é o significado", explica.

Durante a Semana Santa, as celebrações evangélicas acontecem normalmente. As mensagens nos cultos costumam ser temáticas, celebrando o memorial da Ceia do Senhor. Esse é um período em que a Igreja Evangélica se utiliza para explicar às pessoas o verdadeiro significado da morte e ressurreição de Cristo, baseados na Bíblia.

Para os fiéis a Páscoa é uma festa hebraica que marca libertação do povo Hebreu do Egito. Os evangélicos celebram a Ceia do Senhor, com o pão e vinho que simbolizam o corpo e o sangue de Cristo. "Essa data aponta para uma libertação plena e maior que acontece com o sacrifício de Jesus Cristo na cruz do calvário, e é por isso que nesse período a festa é substituída pela Ceia do Senhor, com o pão e o vinho".

Evangélicos comem carne na Sexta-feira Santa?

Na Sexta-feira Santa não é comum os católicos comerem carne vermelha. Mas para os evangélicos essa prática não é comum. "Nesse período nos não temos nenhum problema ou exigência em se abster da carne. A Bíblia não diz que nesse período o cristão deve ser abster de carne, isso na verdade é mais uma tradição católica romana. Os evangélicos não são guiados em sua fé e prática por tradição, mas unicamente pela palavra das sagradas escrituras", afirma.