Política

"Em lugar de disseminar fakenews, por que não fazer parte do enfrentamento à pandemia?", diz Paulo Câmara ao rebater Bolsonaro

Presidente da República compartilhou vídeo em que apresentador fala sobre verbas públicas destinadas ao combate a pandemia em Pernambuco.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 04/04/2021 às 16:00
NOTÍCIA
Alexandre Gondim/JC Imagem
FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) usou o Twitter neste domingo (4) para publicar um vídeo em que o apresentador Sikêra Jr. faz críticas aos gastos estaduais durante a pandemia. O governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), se pronunciou e classificou como "lamentável" a atitude do presidente.

Através da mesma plataforma, Paulo Câmara rebateu as críticas de Bolsonaro. "Difícil acreditar que em um dia como hoje, domingo de Páscoa, sejamos obrigados a nos deparar com novas atitudes lamentáveis do Presidente da República. Em lugar de disseminar fake news, por que não assumir suas verdadeiras atribuições e fazer parte do enfrentamento à pandemia?", questiona Paulo Câmara.

No vídeo compartilhado por Bolsonaro, Sikêra Jr. exibe algumas números que segundo ele, seriam verbas da União destinadas a Pernambuco para o combate à Covid-19 e pede explicações ao gestor sobre o uso do dinheiro. "Paulo Câmara, esse dinheiro não é teu, é pra salvar vidas. É pra salvar vidas. Senhores governadores, criem vergonha na cara. Digam ao seu povo quanto vocês receberam para cuidar das vidas, e não tomar essas vidas, não matar as pessoas", afirmou o apresentador no vídeo.

Governador lamenta opinião do presidente

O governador disse ainda, "nossa maior missão é salvar vidas. Infelizmente, de alguém que trata a dor do outro como mimimi e o luto como fraqueza, não se pode esperar muito. Mas, movidos por espírito público e princípios humanitários, que alguns parecem desconhecer, vamos seguir na luta", afirmou.

Paulo Câmara diz que "apesar do negacionismo, egoísmo, fake news, de quem se dedica a desagregar e dividir", o Brasil vai vencer a guerra contra a Covid-19, e garante que não vai medir esforços para superar esse momento tão difícil pelo qual a humanidade passa. 

 

Mais Lidas