superação

Bebê com leucemia, síndrome de Down e cardiopata vence Covid-19 após 10 dias intubado

A mãe do menino relatou a luta pela vida do filho, que apresentou sintomas de coronavírus logo após o fim do primeiro ciclo da quimioterapia.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 09/04/2021 às 11:50
NOTÍCIA
Marcel Vital/Hospital da Mulher
FOTO: Marcel Vital/Hospital da Mulher
Leitura:

Mãe de dois filhos, a servidora Eniclécia da Silva, de 23 anos, já passou por diversos desafios para cuidar deles. Após dar à luz ao segundo filho em janeiro deste ano, ela recebeu duas notícias tristes sobre o seu primogênito, João Miguel, de um ano e sete meses.

A mulher relatou ao UOL que, 28 dias após o parto do filho mais novo, a família descobriu que João estava com leucemia. O garoto, que é cardiopata e tem síndrome de Down, iniciou o tratamento com quimioterapia logo após o diagnóstico. Mas foi em uma dessas saídas de casa que ele acabou sendo contaminado com a Covid-19.

A situação do menino se agravou e ele acabou sendo internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). João chegou a passar dez dias intubado em estado grave com a doença e, surpreendendo a equipe médica, se recuperou do coronavírus. 

Luta contra a doença

A família do bebê mora na cidade de Mata Grande, no Sertão de Alagoas. Por falta de tratamento disponível no município, ele precisou ser transferido para a capital alagoana, Maceió. A mãe contou que, apesar do grande susto, João reagiu bem ao tratamento contra a leucemia.

João Miguel venceu a Covid-19
João Miguel venceu a Covid-19
Marcel Vital/Hospital da Mulher

"No momento, me senti destruída por dentro. João Miguel sempre foi a minha fortaleza. Ainda estava em um pós-parto e tive que deixar o bebê com a minha mãe para vir lutar pela saúde do João. Mas ele sempre foi forte: as reações da quimioterapia nunca o abalaram. Ele passava por toda a luta fazendo biquinho, dançando e nos deixando felizes", disse.

A mãe relatou que os primeiros sintomas da Covid-19 vieram logo após o fim do primeiro ciclo da quimioterapia. "João Miguel fez a primeira sessão e, dois dias depois, teve alta do hospital. Logo após sair, teve febre e diarreia. Voltamos ao hospital, e ele testou positivo para covid", contou Eniclécia.

Nos três primeiros dias de internação, João precisou usar apenas oxigênio. No entanto, a saturação do menino estava caindo muito e a equipe médica decidiu intubá-lo. Do hospital privado em que estava, ele foi transferido para a UTI do Hospital da Mulher.

Recuperação

Na última segunda-feira (5), o bebê deixou o hospital curado da covid-19. "Para nossa surpresa, ele evoluiu com uma resposta muito boa. Entramos com um protocolo de extubação, e ele evoluiu muito bem: de primeira já foi colaborando", contou a pediatra Maria Célia dos Santos, que recebeu João na UTI do Hospital da Mulher.

Mais Lidas