Gripe

Caruaru dá início a vacinação contra gripe na segunda-feira (12)

A imunização será dividida em etapas, começando pelos grupos prioritários.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 10/04/2021 às 12:14
NOTÍCIA
Janaína Pepeu/Divulgação Prefeitura de Caruaru
FOTO: Janaína Pepeu/Divulgação Prefeitura de Caruaru
Leitura:

A Secretaria de Saúde de Caruaru, no Agreste de Pernambuco dá início, nesta segunda-feira (12), à campanha de vacinação contra a gripe em 2021. A imunização será feita de forma escalonada, com os grupos prioritários distribuídos em três etapas. 

A primeira etapa vai de 12 de abril a 10 de maio. Serão vacinados neste período crianças maiores de seis meses a menores de seis anos completos (cinco anos, 11 meses e 29 dias), gestantes, puérperas (até 45 dias pós-parto) e profissionais da saúde na ativa.

A meta é vacinar, pelo menos, 90% de cada um dos grupos prioritários. “A imunização contra a influenza é extremamente importante para a proteção dos grupos mais vulneráveis às complicações e óbitos decorrentes da doença”, disse a coordenadora do PNI municipal, Letícia Galvão.

Os pais ou responsáveis precisam apresentar a Certidão de Nascimento e Caderneta de Vacinação para vacinar as crianças entre 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias. 

As grávidas, em qualquer idade gestacional, também serão vacinadas. Estas devem apresentar documento oficial com foto. As puérperas (até 45 dias pós-parto) devem apresentar certidão de nascimento da criança ou resumo da alta hospitalar. Já os profissionais da saúde ativos, que atuam em estabelecimentos de saúde, devem apresentar contra-cheque, crachá, declaração de vínculo ou carteira de trabalho.

Pode tomar a vacina da gripe e da Covid-19 ?

O Ministério da Saúde não recomenda a aplicação dos dois tipos de vacina simultaneamente. A orientação, neste momento, é priorizar a imunização contra o novo coronavírus.

Para as pessoas que fazem parte do grupo prioritário para a vacinação contra a gripe e que ainda não foram vacinadas contra a Covid-19, deve ser priorizada a dose contra o coronavírus e agendada a vacina contra a Influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre elas.

Mais Lidas