contestação

Governo amplia prazo para contestar auxílio emergencial negado; veja quem tem direito

Mais de 230 mil pessoas terão um prazo maior para contestar o benefício.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 13/04/2021 às 7:31
NOTÍCIA
Welington Lima/JC Imagem
FOTO: Welington Lima/JC Imagem
Leitura:

O Governo federal decidiu ampliar em mais dez dias o prazo para os beneficiários que desejam contestar auxílio emergencial negado. No entanto, nem todas as pessoas terão direito a esta prorrogação. De acordo com o governo, terão um prazo maior para fazer a solicitação os 236 mil beneficiários que receberam a resposta sobre a aprovação de forma tardia porque estavam em processamento.

Para aqueles que tiveram o auxílio emergencial 2021 negado em 2 de abril, o prazo a decisão se encerrou na última segunda-feira (12). Para quem teve o resultado divulgado no dia 10 de abril, o período para contestação será de 13 a 22 deste mês.

A contestação deve ser realizada pelo cidadão que entenda que cumpre os critérios de elegibilidade e, mesmo assim, teve o benefício negado. Os pagamentos da primeira parcela do auxílio emergencial deste ano já começou a ser creditado nas contas do Caixa Tem dos beneficiários aprovados.

Como contestar?

O pedido pode ser feito após a consulta no site da Dataprev. Se a situação do trabalhador for “inelegível” ou "não aprovado", aparecerá a opção de “solicitar contestação” na página. A pessoa deve clicar nessa opção.

Serão aceitos como critérios de contestação desatualização na base de dados, por exemplo.

Auxílio não aprovado
Auxílio não aprovado
Reprodução/Dataprev

Mais Lidas