em São Paulo

Irmãos com doença cardíaca genética recebem transplantes de coração com 48 horas de diferença

Os dois jovens têm uma doença rara e já haviam perdido um irmão no ano passado.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 14/04/2021 às 12:00
NOTÍCIA
Hospital das Clínicas de Botucatu/Divulgação
FOTO: Hospital das Clínicas de Botucatu/Divulgação
Leitura:

Dois irmãos da cidade de Graça, São Paulo, receberam transplantes de coração durante o último fim de semana. Em um intervalo de 48 horas, Gustavo e Paloma, de 18 e 19 anos encontraram doadores compatíveis e fizeram o procedimento no Hospital das Clínicas de Botucatu.

Os irmãos têm uma doença cardíaca rara, associada a genética, chamada Doença de Danon. O coordenador clínico do programa de transplante cardíaco do HC da Unesp, Marcello Felíci, explicou que essa doença é provocada por um componente genético materno.

"Essa doença acomete o coração, causando uma hipertrofia do músculo cardíaco. O músculo fica mais espessado e, em alguns casos, o coração pode também dilatar. Está associado a arritmias graves e muitos pacientes apresentam também morte súbita", explicou Felício ao G1.

Doadores

Quem conseguiu um doador compatível primeiro foi Gustavo. O órgão foi transportado do Paraná pela Força Aérea Brasileira na sexta-feira (9). Enquanto ele estava em recuperação na UTI, a irmã conseguiu um doador compatível, no domingo (11). Os meninos já haviam perdido um irmão, aos 15 anos de idade, com a mesma doença no ano passado.

*Com informações do G1

Mais Lidas