política

'Só Deus me tira da cadeira presidencial', diz Bolsonaro

O presidente comentava sobre os mais de 100 pedidos de impeachment protocolados na Câmara.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 16/04/2021 às 8:00
NOTÍCIA
Antonio Cruz/ABr
FOTO: Antonio Cruz/ABr
Leitura:

Durante uma transmissão ao vivo, realizada nas redes sociais na última quinta-feira (15), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou que só Deus poderia tirá-lo do cargo da presidência. O comentário do chefe do Executivo foi feito enquanto ele comentava a decisão da ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), que determinou prazo de cinco dias para que o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL) explique porque não analisou os pedidos de impeachment protocolados.

A câmara já reúne mais de 100 pedidos de impeachment protocolados contra Bolsonaro. A Constituição diz que cabe ao presidente da Câmara abrir ou não um processo de impeachment. "Eu não quero me antecipar e falar o que acho sobre isso, mas digo uma coisa: só Deus me tira da cadeira presidencial e me tira, obviamente, tirando a minha vida. Fora isso, o que estamos vendo acontecer no Brasil não vai se concretizar. Mas não vai mesmo", disse Bolsonaro.

O presidente comentou ainda sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal em confirmar a decisão do ministro Edson Fachin de anular as condenações do ex-presidente Lula. "Se o Lula voltar, pelo voto direto, pelo voto auditável, tudo bem. Agora veja qual vai ser o futuro do Brasil com o tipo de gente que ele vai trazer para dentro da presidência. Se o Lula for eleito, em março de 2023, ele vai escolher mais 2 ministros para o STF", comentou Bolsonaro.

Confira a live completa:

... - Veja mais em https://noticias.uol.com.br/politica/ultimas-noticias/2021/04/15/bolsonaro-diz-que-kajuru-nao-pediu-autorizacao-para-gravar-maluco.htm?cmpid=copiaecola

Mais Lidas