menu

Ministério Público pede nova eleição em Joaquim Nabuco após vice-prefeito eleito ser flagrado jogando dinheiro para eleitores

MP defendeu que cassação de registros de candidatura seja mantida

Vice-prefeito foi flagrado jogando cédulas de dinheiro para a população
Vice-prefeito foi flagrado jogando cédulas de dinheiro para a população (Reprodução/TV Jornal Interior)

O Ministério Público Eleitoral pediu, nesta terça-feira (20), que seja realizada uma nova eleição em Joaquim Nabuco, na Zona da Mata pernambucana. Na noite de 15 de novembro do ano passado, o vice-prefeito eleito Eraldo Veloso (MDB) foi flagrado jogando dinheiro para eleitores após a vitória na eleição.

O vídeo que flagrou o momento viralizou nas redes sociais na época mostra o vice em um casa com varanda, jogando cédulas para pessoas que estavam na rua. Eraldo Veloso foi eleito na chapa do prefeito Neto Barreto (PTB). Eles fazem parte da coligação União Por Joaquim Nabuco, formada por Solidariedade, PTB e MDB.

Eles foram condenados em primeira instância por abuso de poder econômico e compra de votos. Além disso, eles tiveram o registro de candidatura cassados e cada um deve pagar uma multa de R$ 20 mil.

Vice-prefeito eleito de Joaquim Nabuco joga dinheiro para eleitores; veja vídeo

Flagrado jogando dinheiro para eleitores, vice-prefeito eleito de Joaquim Nabuco tem diplomação suspensa; relembre vídeo

O prefeito e o vice recorreram ao Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE/PE) para tentar reverter a decisão. No parecer do Ministério Público Eleitoral, é defendido que a cassação seja mantida e deve ser realizada uma nova eleição direta no município, já que os votos obtidos pela chapa seriam considerados inválidos.

Veja o vídeo: