Tragédia

Irmã de mulher que morreu após cair em buraco durante chuvas em Garanhuns lamenta o ocorrido

Vítima deixou marido e quatro filhos pequenos.

Antonio Virginio Neto
Antonio Virginio Neto
Publicado em 22/04/2021 às 19:51
NOTÍCIA
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

Cláudia Nayara Melo, mulher que desapareceu na noite da última quarta-feira (21) após cair em uma cratera durante as chuvas registradas em Garanhuns, no Agreste, será sepultada na sexta-feira (23).

Cláudia desapareceu após tentar ajudar uma família que teve o carro arrastado pela correnteza e preso em um buraco, mas acabou caindo no local.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) de Caruaru, mas foi liberado no início da noite desta quinta-feira (22) e seguirá para Garanhuns onde será o velório e o enterro. O sepultamento ocorrerá a partir das 16h no cemitério São Miguel.

Uma equipe de reportagem da TV Jornal Interior conversou com a irmã da vítima que lamentou o ocorrido.

"Ela reclamou dos buracos que estavam na rua dela, e foi ajudar o amigo que ficou preso. Uma pessoa ainda pulou pra tentar achar ela, mas não conseguiu. Agora é entregar nas mãos de Deus, pedir forças para ajudar minha mãe, minhas irmãs e meus sobrinhos. Ela deixou quatro filhos pequenos. Ela se foi de uma maneira que eu ainda não entendo", contou a irmã.

Momentos antes do acidente

Em um vídeo publicado nas redes sociais, Cláudia aparece momentos antes de sofrer o acidente. “Isso aqui está um absurdo. Essa rua só tem trabalhador. Isso aqui é uma coisa muito feia. Todo mundo trabalha aqui. Na porta da minha casa, está um buraco que ninguém pode sair nem entrar. Isso aqui é uma coisa muito feia”, disse.

No vídeo, o homem que registra as imagens fala que a rua está com buraco há mais de oito dias. “Gastei 700,00 para consertar a caixa de gordura da minha casa e a empresa não vem entregar porque a rua está interditada. Cadê o prefeito?. Essa é a coisa mais absurda que eu estou vendo. Isso é uma humilhação”, reclama Cláudia.

Mais Lidas