Luto

"Investigue porque tem mais" diz pai de Patrícia Roberta sobre lista de mulheres na casa do suspeito

Jovem de Caruaru foi encontrada morta nessa segunda-feira

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 29/04/2021 às 12:58
NOTÍCIA
Reprodução/TV Tambaú/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Tambaú/TV Jornal Interior
Leitura:

O pai de Patrícia Roberta, jovem que saiu de Caruaru, no Agreste Pernambucano, para visitar um amigo em João Pessoa, na Paraíba, e foi encontrada morta nessa segunda-feira (27), fez um desabafo em entrevista à TV Tambaú no início da tarde desta quinta-feira (29).

Durante a entrevista, Paulo Roberto Silva falou sobre a dor após perder a filha. "Eu vi muitos de vocês chorando e sendo solidários conosco. Eu vi a dor no semblante de vocês e vocês nem são parentes dela. Por aí você sente como nós estamos nos sentindo. [...] Eu pergunto onde está o erro de uma pessoa que dá amor a outra e é recepcionado da forma que minha filha foi", disse.

Paulo explicou que pediu para a mãe da jovem não contar que ela estava viajando porque sabia que ele seria contra. "Eu dizia sempre para a minha filha 'Filha, painho confia em você. Quando você menos esperar, eu estou por perto. Um certo dia, ela me questionou 'Painho, confie em mim e não nos outros'. Eu disse a ela ' Minha filha, é porque eu confio em você e não nos outros'. Por isso eu peço, confiem no pai de vocês e não nos outros", pede.

Ele acredita que mais pessoas podem ter sido vítimas do suspeito por causa de lista com nomes de mulheres encontrada na casa do jovem e apela para que a polícia continue investigando o caso. "Investiguem porque tem mais", pede. Emocionado, o pai ainda deu um recado para Patrícia ao final da entrevista: "Minha filha, aonde você tiver, seu pai sempre lhe amou e vai continuar amando. Não pude chegar em tempo, mas tô levando você pra casa", finalizou.

Assista:

Entenda o caso

De acordo com os familiares, Patrícia Roberta teria ido visitar um suposto amigo em João Pessoa, na Paraíba, na última sexta-feira (23). Patrícia voltaria para Caruaru na segunda-feira (26) e mantinha contato com os familiares durante a estadia na capital paraibana. No entanto, desde o último domingo (25) a jovem está desaparecida e não há paradeiro do amigo que ela teria ido visitar.

Em entrevista ao NE10 Interior, a prima de Patrícia disse que na última semana a jovem havia falado com ela pedindo ajuda para comprar uma passagem de ônibus e informou à família que iria viajar para João Pessoa para encontrar um amigo, que teria estudado com ela no colégio em Caruaru, quando era mais nova.

A jovem pernambucana saiu em direção a João Pessoa por volta das 17h da última sexta-feira (23). Ao chegar na cidade, a jovem avisou à família que havia chegado e mandou fotos. No sábado (24), ela enviou uma foto em que aparecia o prédio onde supostamente ela estava hospedada. No domingo (25), Patrícia parou de responder às mensagens dos familiares.

Depois que os familiares perderam o contato com Patrícia no último domingo (25), a jovem foi dada como desaparecida pela família. A policia realizou buscas e encontrou o corpo dela em um terreno da capital paraibana em avançado estado de putrefação.

Mais Lidas