caso patrícia roberta

"Ele tentou namorar com ela quando ela tinha 12 anos e eu não aceitei", conta pai de Patrícia Roberta

Jovem foi morta em João Pessoa, na Paraíba, após ter ido encontrar um suposto amigo.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 30/04/2021 às 6:58
NOTÍCIA
Reprodução/Arquivo pessoal
FOTO: Reprodução/Arquivo pessoal
Leitura:

Em uma entrevista dada à equipe da TV Tambaú, filiada ao SBT, o pai de Patrícia Roberta, jovem de Caruaru morta em João Pessoa, na Paraíba, após ter ido um suposto amigo, disse que o principal suspeito do caso tentou namorar a jovem quando ela tinha 12 anos.

Na última sexta-feira (23) Patrícia teria ido visitar um amigo em João Pessoa. De acordo com informações de familiares ela voltaria para Caruaru na segunda-feira (26) e mantinha contato com os familiares durante a estadia na capital paraibana. No entanto, no domingo (25) desapareceu e foi encontrada morta na terça-feira (27).

O pai da vítima disse que quando Patrícia tinha 12 anos, proibiu que ela se relacionasse com o suposto amigo."Ele tentou, mas ela tinha 12 anos e eu não aceitei. Quando a mãe dela me contou que ela desapareceu e eu descobri que tinha sido esse elemento que há 10 anos tinha ido lá em casa, eu já me preparei para o pior", contou.

Sepultamento

Nesta quinta-feira (29), o corpo de Patrícia Roberta foi sepultado em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O corpo chegou na cidade por volta das 16h horas e foi levado para casa da avó da vítima para que parentes e amigos pudessem se despedir da vítima. Em seguida um cortejo levou o corpo até o cemitério Dom Bosco, onde foi sepultado. 

Em meio às lágrimas, Vera Lúcia, a mãe de Patrícia falou a equipe da TV Jornal Interior. “Saber que a gente não vai ver ela mais, a pessoa não espera”, disse ela sobre o sentimento de enterrar a filha. Ela ainda relembrou, em meio a forte emoção, sobre a última vez que falou com a jovem, “eu só via ela com a carinha tristinha”, disse ela.

Entenda o caso

De acordo com os familiares, Patrícia Roberta teria ido visitar um suposto amigo em João Pessoa, na Paraíba, na última sexta-feira (23). Patrícia voltaria para Caruaru na segunda-feira (26) e mantinha contato com os familiares durante a estadia na capital paraibana. No entanto, no último domingo (25) a jovem desapareceu.

Em entrevista ao NE10 Interior, a prima de Patrícia disse que na última semana a jovem havia falado com ela pedindo ajuda para comprar uma passagem de ônibus e informou à família que iria viajar para João Pessoa para encontrar um amigo, que teria estudado com ela no colégio em Caruaru, quando era mais nova.

A jovem pernambucana saiu em direção a João Pessoa por volta das 17h da última sexta-feira (23). Ao chegar na cidade, a jovem avisou à família que havia chegado e mandou fotos. No sábado (24), ela enviou uma foto em que aparecia o prédio onde supostamente ela estava hospedada. No domingo (25), Patrícia parou de responder às mensagens dos familiares.

Depois que os familiares perderam o contato com Patrícia no último domingo (25), a jovem foi dada como desaparecida pela família. A policia realizou buscas e encontrou o corpo dela em um terreno da capital paraibana em avançado estado de putrefação.

Mais Lidas