Tragédia

Homem invade creche e três mata crianças e duas adultas em Santa Catarina

Segundo informações da Polícia Civil, homem estava com um facão e golpeou alunos e professores ao entrar no local.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 04/05/2021 às 14:34
NOTÍCIA
Divulgação/Prefeitura de Saudades (SC)
FOTO: Divulgação/Prefeitura de Saudades (SC)
Leitura:

Nesta terça-feira (4), um jovem de 18 anos invadiu uma escola no município de Saudades, em Santa Catarina, e matou três crianças e duas professoras. Segundo informações da Polícia Civil do estado, ele estava com um facão e golpeou alunos e professores ao entrar no local. O atentado aconteceu na Centro de Educação Infantil (CEI) Pró-Infância Aquarela, para crianças de até 3 anos. 

Ainda de acordo com PC, o jovem chegou de bicicleta e invadiu a escola por volta das 10h. Primeiro ele atacou uma professora de 30 anos que estava na entrada do prédio. A vítima tentou correr do suspeito, mas foi alcançada pelo homem e morreu na escola.

Após atacá-la, entrou em uma sala de aula e desferiu golpes em crianças. Na sala havia quatro alunos e uma funcionária da escola. O delegado responsável pelo caso disse: "Ele começou a atacar a professora, que correu para uma sala onde tinham crianças. Lá nessa sala, ele agrediu outras pessoas". 

A Polícia Civil, também informou que duas crianças morreram no local e uma terceira foi socorrida, mas não resistiu e morreu. As três crianças que morreram tinham menos de dois anos e eram alunas da creche, de acordo com o delegado Jerônimo Marçal. Além das crianças, uma professora morreu no local e uma funcionária da creche foi hospitalizada, mas não resistiu. 

Intenção de matar

De acordo com a reportagem do UOL, o delegado Marçal disse que a intenção do suspeito era "fazer uma barbárie". Havia 30 crianças dentro da escola. De acordo com a investigação preliminar, a tragédia não foi maior porque as professoras perceberam o atentado e trancaram as outras salas que tinham aulas no momento.

O delegado disse que "Ele teria deixado o local e foi abordado por populares. Neste momento, ele tentou contra a própria vida, mas não conseguiu. (...) O que entendo até o momento é que a intenção dele era fazer a barbárie e o maior número de vítimas possível e tentar suicídio, mas não conseguiu se matar", acredita o delegado.

Tentativa de suicídio 

Após o ataque, o jovem tentou se matar e está em estado gravíssimo, segundo a Secretária de Secretária de Segurança Pública (SSP) de Santa Catarina. O homem usou a mesma faca que atingiu as vítimas para desferir golpes contra o próprio pescoço, abdômen e tórax. Ele foi encaminhado ao Hospital Pinhalzinho, município vizinho e está em estado grave. 

Luto oficial 

A governadora de Santa Catarina, Daniela Reinehr (sem partido), usou as redes sociais para informar que decretou luto de três dias no estado em memória das vítimas do atentado. A política disse que o governo estadual presta apoio aos parentes das vítimas.

"Decreto luto oficial de três dias no Estado após a tragédia em Saudades, onde morreram crianças e professoras de um centro de educação infantil. Manifesto profunda tristeza e presto minha solidariedade. Determinei que o Governo dê todo o amparo necessário às famílias", escreveu Daniela no Twitter.

 

O time da Chapecoense de Santa Catarina, lamentou a tragédia através das redes sociais. "Neste momento de profunda dor, estendemos a nossa solidariedade e o nosso desejo de força. O nosso coração e as orações de toda a nação Chapecoense estão com vocês", disseram. 

 

Outros times também lamentaram o ocorrido. 

 

 

 

 

 

Mais Lidas