crime

Caso Gael: polícia prende mãe suspeita de espancar filho de 3 anos até a morte

A mãe do menino Gael teria passado por um surto psicótico de acordo com os médicos.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 11/05/2021 às 10:12
NOTÍCIA
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

Durante a madrugada desta terça-feira (11), a Polícia Civil de São Paulo prendeu a mãe do menino Gael de Freitas Nunes, de 3 anos de idade. Ela é suspeita de agredir o filho até a morte dentro do apartamento da família, em São Paulo. 

O garoto chegou a ser socorrido na Santa Casa de São Paulo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. De acordo com o boletim de ocorrência, a criança foi encontrada na cozinha pela tia-avó, junto com a mãe.

A mãe do menino foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que foi chamado ao local para a ocorrência. Informações preliminares apontaram que ela teria passado por um surto psicótico e foi encaminhada ao Hospital do Mandaqui, na Zona Norte, para ser medicada. 

A mulher foi levada inicialmente a um hospital psiquiátrico, antes de ser presa nesta madrugada. 

Caso Gael

De acordo com a polícia, a tia-avó do menino disse que deu mamadeira para a criança por volta das 19h e os dois ficaram na sala da casa assistindo à TV. Depois de alguns minutos, o menino foi até a cozinha, quando começou a chorar, mas a tia-avó pensava que ele estava apenas pedindo atenção da mãe.

Aproximadamente cinco minutos depois, ela relatou que ouvir batidas na parede, mas achava que os barulhos vinham do apartamento vizinho. Dez minutos depois ela contou que ouviu barulho de vidro quebrando na cozinha. Quando foi até o cômodo, encontrou a criança deitada no chão, com vômito, e coberta por uma toalha de mesa.

A mãe não respondia às perguntas quando era questionada. A tia-avó chamou por ajuda, mas depois de ser socorrido e chegar no hospital Gael teve uma parada cardiorrespiratória.

Mais Lidas