Pandemia

Saiba como Caruaru irá se comportar após medidas restritivas do governo estadual

Fechamento das feiras do Polo de Confecções está sendo discutido

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 17/05/2021 às 12:58
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal Interior
FOTO: Reprodução/TV Jornal Interior
Leitura:

O fechamento das feiras do Polo de Confecções do Agreste durante os sábados, domingos e segundas por causa da pandemia da covid-19 deve ser debatido pelo governo do estado e dos municípios do Agreste de Pernambuco. Nesse sábado (15), foram anunciadas novas medidas restritivas que serão válidas de 18 a 31 de maio para frear o contágio da doença na 2ª Macrorregião de Saúde, que abrange a IV e V Geres, com sedes em Caruaru e Garanhuns.

A prefeita de Caruaru, Raquel Lyra, disse em entrevista à TV Jornal Interior no início da tarde desta segunda-feira (17) que está aguardando a publicação do decreto do governo estadual para poder tomar uma decisão sobre a situação das feiras e do funcionamento de atividades econômicas na cidade.

"Estamos aguardando as manifestações por decreto do Governo do Estado para poder compreender as medidas restritivas. A gente sabe que houve uma limitação nos horários de funcionamento de segunda à sexta-feira das atividades comerciais. Nós precisamos do decreto do Governo do Estado publicado para poder publicar as nossas normas para dar cumprimento", afirmou.

Ainda segundo a prefeita, será realizada uma reunião na tarde desta segunda com os prefeitos da região para avaliar a situação e a possibilidade de mudar o dia da feira para a terça. "Faremos uma reunião hoje à tarde com prefeitos da região e, se for o caso e possível, mudaremos a feira para o dia de terça", disse.

Com novas medidas restritivas em Pernambuco, confira municípios, período e o que pode funcionar

Prefeita pede que Governo priorize vacinas contra covid-19 para cidades do Agreste

A prefeitura de Caruaru, Raquel Lyra, anunciou na tarde dessa sexta-feira (14), que encaminhou um ofício para o Governador de Pernambuco, Paulo Câmara, solicitando a priorização de vacinas contra covid-19 para as cidades do Agreste do estado.

Em um vídeo publicado nas redes sociais de Raquel Lyra, a prefeita afirma que as medidas são insuficientes diante da situação. “Medidas isoladas apenas em nossa região já nos mostraram que não são suficientes para avançarmos. O meio mais eficaz de combatermos o vírus é a vacina.”, disse a prefeita.

Veja a entrevista:

Mais Lidas