pandemia

Governo de Pernambuco deve anunciar nesta quinta como ficam as restrições das atividades econômicas

Existe a possibilidade de ampliação das medidas restritivas em todo o Estado.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 20/05/2021 às 12:40
NOTÍCIA
Helia Scheppa/ SEI
FOTO: Helia Scheppa/ SEI
Leitura:

Nesta quinta-feira (20), o Governo de Pernambuco vai anunciar se mantém ou se amplia as medidas restritivas adotadas para conter a Covid-19 que estão em vigor na Região Metropolitana do Recife, Zona da Mata, Sertão e parte do Agreste. O pronunciamento do governo estadual está previsto para as 17h, no canal do YouTube do Governo do Estado.

As medidas restritivas atuais são válidas até o próximo domingo, 23 de maio. Send assim, o anúncio de hoje deve esclarecer como fica o funcionamento de atividades econômicas e sociais a partir da segunda-feira (24).

Como estão as medidas atualmente?

Em 53 cidades do Agres de Pernambuco, que fazem parte da 2ª Macrorregião de Saúde, que abrange a IV e V Geres, com sedes em Caruaru e Garanhuns, está com restrições mais duras até o dia 31 de maio. Nessas cidades, as atividades econômicas devem ser encerradas às 18h de segunda a sexta-feira.

Já nos fins de semana, apenas serviços considerados essenciais podem funcionar. O Polo de Confecção do Agreste, também foi afetado e não poderá funcionar aos sábados, domingos e segundas até o fim do período determinado no decreto.

Nas demais cidades do estado, as atividades econômicas em geral podem funcionar, nos finais de semana, até às 18h, para quem iniciar às 10h. Os estabelecimentos que abrirem às 9h só podem funcionar até às 17h. Durante a semana, as atividades econômicas podem funcionar das 10h às 20h. O comércio de praia está permitido de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. No entanto, a proibição está mantida nos finais de semana.

Possíveis cenários

O Blog de Jamildo apontou dois possíveis cenários que estão no radar do Comitê de Enfrentamento à Covid-19 em Pernambuco. Uma das possibilidades é o atual formato de flexibilização por mais duas semanas, com leves ajustes para segmentos específicos.

Outra possibilidade é estender às demais regiões do estado as medidas restritivas que estão valendo para 53 cidades do Agreste. A próxima fase pode ser considerada decisiva, porque podem valer para o mês de junho, no período de festas de São João, tradicionais no interior de Pernambuco.

O governo deve oficializar a proibição das festas juninas e já se preocupa com o cenário da pandemia no começo do próximo mês, tendo em vista que a movimentação de pessoas no interior do estado tende a aumentar nessa época.

*Com informações do Blog de Jamildo

Mais Lidas