Polícia

Viúva de MC Kevin registra boletim de ocorrência por difamação: "Eu sou uma pessoa digna, honesta"

Deolane Bezerra disse que está recebendo ofensas nas redes sociais

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 24/05/2021 às 15:25
NOTÍCIA
Reprodução: Instagram
FOTO: Reprodução: Instagram
Leitura:

A viúva do cantor MC Kevin, Deolane Bezerra, registrou um boletim de ocorrência por calúnia e difamação em uma delegacia. As informações foram divulgadas no "Balanço Geral", da Record TV. O funkeiro morreu após cair da varanda de um hotel no Rio de Janeiro no dia 16 de maio.

De acordo com o programa, Deolane disse que estava recebendo ofensas nas redes sociais.

"Coisas inacreditáveis, coisas inverídicas, coisas sobre os meus filhos e eu não vou aceitar isso, muito menos ferindo a minha profissão. Eu sou uma pessoa digna, honesta e a que mais está sendo prejudicada nessa história, depois dos familiares, que vão sofrer eternamente com a perda do Kevin. Não é justo, para isso tem que ser tomadas as medidas cabíveis e é o que eu estou fazendo aqui", disse Deolane, na porta da delegacia.

"Está circulando coisas muito erradas. [...] Tem um grupo no Facebook chamado 'Debochadas' e acaba com a vida das pessoas. Pessoas íntegras no Twitter e Instagram, postando imagens. Informações pessoais que estavam na boca de outras que não deveriam. Tudo isso é crime. Cada pessoa que eu identificar manchando minha reputação, eu vou processar. [...]", reforça ela.

Vídeo mostra desespero de amigos de MC Kevin após queda; assista

Fotos vazadas do quarto em que MC Kevin estava antes de morrer mostram camisinhas e champanhe; veja

*Com informações da UOL

Relembre o caso

MC Kevin morreu aos 23 anos de idade, após sofrer um grave acidente. O cantor caiu da varanda do 5º andar de um hotel que fica na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. O funkeiro chegou a ser socorrido às pressas no hospital Miguel Couto após o ocorrido. A Secretaria Municipal de Saúde do Rio informou que ele deu entrada na unidade de saúde em estado grave.

A 16ª delegacia de Polícia Civil investiga o caso e já ouviu ao menos oito pessoas durante as investigações do caso, entre elas amigos e equipe de produção do cantor. Uma das pessoas ouvidas foi a modelo Bianca Domingues e outra foi um amigo do funkeiro, Victor Elias Fontenelle.

Testemunhas afirmaram que o cantor estava no em um quarto de hotel no quinto andar, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Em depoimento, Bianca disse que o funkeiro estava tendo relações sexuais com ela e o amigo quando tentou pular para um andar abaixo do prédio por medo de que sua esposa o descobrisse junto com os dois.
A modelo contou que conheceu o cantor no mesmo dia, no calçadão da praia, em um quiosque. Ela foi convidada por ele e por um amigo para uma suíte do hotel. Um outro amigo de Kevin teria tentado entrar no quarto, mas foi impedido. A esposa do cantor, a advogada Deolane Bezerra, estava em um quarto do mesmo hotel, alguns andares acima.

Mais Lidas