Covid-19

Município do interior de PE enfrenta crise com falta de oxigênio e transfere pacientes para outras cidades

Pacientes foram transferidos para Caruaru, Belo Jardim e Cachoeirinha.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 28/05/2021 às 7:42
NOTÍCIA
FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/ACERVO JC IMAGEM
FOTO: FOTO: BRENDA ALCÂNTARA/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Com o aumento de casos de Covid-19 confirmados no Agreste de Pernambuco, algumas cidades começam a enfrentar dificuldades para conseguir atender os pacientes em estado grave nas unidades de saúde, que registram superlotação. É o caso da cidade de Lajedo, que na última quinta-feira (27) precisou transferir pacientes do município para Caruaru, Belo Jardim e Cachoeirinha por causa da falta de oxigênio.

"Está faltando oxigênio no abastecimento do hospital. Nós tínhamos oxigênio até cinco horas da tarde, mas os pacientes tiveram uma demanda muito alta, os nossos leitos foram preenchidos então demandou muito dos oxigênios. Nós estamos aguardando a chegada por volta das 22 horas. Nesse meio período, porque nós não temos uma grande quantidade de cilindro, a gente demanda, vai usando e já enchendo novamente. Até então não tínhamos tido problema. Mas hoje chegamos nessa situação", afirmou a secretária de Saúde de Lajedo, Socorro Duarte.

No começo da noite, os pacientes que estavam em Lajedo começaram a ser transferidos por causa do risco da falta do insumo. Municípios vizinhos ajudaram a cidade enviando cilindros, mesmo estando também no limite do sistema de saúde.

A secretária informou que os cilindros que Lajedo recebe não são enviados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). A cidade recebe o fornecimento de uma empresa contratada pela prefeitura. "Amanhã (28) a gente está formalizando todo o processo para que a gente seja assistido pela Secretaria do Estado, mas a Gerência Regional de Saúde (Geres) já está ciente dessa situação de hoje", destacou.

Ocupação dos leitos e casos confirmados

O município conta com um Hospital de Campanha, para atender aos pacientes com Covid-19, e um Hospital de Emergência, que realiza a triagem junto com o Centro Covid-19. De acordo com a secretária de Saúde, a taxa de ocupação de leitos está acima dos 70%. A cidade já confirmou 1.795 casos de coronavírus e 53 óbitos provocados pela doença.

Mais Lidas