pernambuco

Paulo Câmara anuncia auxílio emergencial para artistas que ficarão sem trabalhar no São João em PE

O investimento de R$ 3,2 milhões será destinado aos profissionais de grupos culturais do Estado.

Eduarda Cabral
Eduarda Cabral
Publicado em 28/05/2021 às 10:50
NOTÍCIA
Reprodução/Governo de Pernambuco/Youtube
FOTO: Reprodução/Governo de Pernambuco/Youtube
Leitura:

Na manhã desta sexta-feira (28), o Governo de Pernambuco realizou uma coletiva de imprensa para anunciar o lançamento do Projeto de Lei do Auxílio Emergencial Ciclo Junino de Pernambuco, que tem como objetivo conceder apoio financeiro a artistas e grupos culturais que integram a tradição junina do Estado e estão impedidos de promover suas atividades em 2021 em virtude da pandemia da Covid-19. 

Com o investimento de R$ 3,2 milhões, o governo estadual pretende destinar recursos para mais de 400 artistas e grupos culturais do Estado que foram contratados nos Ciclos Juninos de 2018 e 2019. Durante a coletiva, o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), assinou o documento com o Projeto de Lei. Agora, o projeto será encaminhado à Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). 

"Mais uma vez foi pactuada a necessidade de fazermos um incentivo que vai abranger mais de 400 artistas e grupos culturais pernambucanos. Envolve as quadrilhas juninas, os grupos de cirandas, grupos de coco, xaxado, bacamarteiros, os bois, os trios de forró pé-de-serra, as bandas de forró e todos os artistas que participam desse ciclo junino", disse Paulo Câmara. 

Durante a coletiva, o governador comentou ainda que a expectativa é de que o dinheiro comece a ser pago em um prazo de até 60 dias. Os tetos estabelecidos para pagamento são de R$ 3 mil e R$ 15 mil e o edital será divulgado pelo governo posteriormente. A coletiva também contou com a presença da vice-governadora, Luciana Santos, do secretário estadual de Cultura, Gilberto Freyre Neto, do secretário estadual de Turismo e Lazer, Rodrigo Novaes, e do presidente da Fundarpe, Marcelo Canuto. 

Confira a coletiva na íntegra

Mais Lidas