internacional

Arizona quer usar gás utilizado pelos nazistas nos campos de concentração para executar condenados à morte

O gás causa uma morte dolorosa, provocando danos severos ao cérebro e parada cardíaca.

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 02/06/2021 às 12:20
NOTÍCIA
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

O estado do Arizona, nos Estados Unidos, planeja adotar novas medidas legais para executar condenados à morte. Está sendo analisada a possibilidade de matar os prisioneiros do corredor da morte com cianeto de hidrogênio, o gás letal utilizado pela Alemanha Nazista nos campos de concentração durante o Holocausto.

Uma câmara de gás que estava parada há 20 anos em Florença passou por reformas recentemente e pode ser utilizada. Em sua reforma, ingredientes para o gás fatal, Zyklon B, usado em Auschwitz, foram adquiridos, de acordo com o que dizem os documentos obtidos com exclusividade pelo The Guardian.

"Você deve estar se perguntando o que o Arizona estava pensando ao acreditar que em 2021 é aceitável executar pessoas em uma câmara de gás com gás cianeto", afirmou Robert Dunham, diretor executivo do Centro de Informações sobre Pena de Morte.

Gás mortal

O gás associado a perseguição e extermínio de milhões de judeus causa uma morte dolorosa, gerando danos severos ao cérebro e, por fim, resultando em uma parada cardíaca. A professora de direito Deborah Denno, da Fordham University, destaca que este é um dos métodos mais demorados para causar a morte.

O Departamento de Correções, Reabilitação e Reentrada do Arizona disse em comunicado que estava "preparado para cumprir sua obrigação legal e iniciar o processo de execução como parte da sentença legalmente imposta, independentemente do método selecionado".

*Com informações do UOL

Mais Lidas