menu

Jovem grávida de quatro meses morre após ser baleada durante operação da Polícia Militar

Kathlen Romeu, de 24 anos, foi vítima de bala perdida durante o confronto entre criminosos e policiais.

A jovem foi morreu baleada
A jovem foi morreu baleada (Reprodução redes sociais)

Um confronto, ocorrido na última terça-feira (8) entre criminosos e policiais militares da Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade do Lins, no Rio de Janeiro, acabou na morte de uma jovem de 24 anos. A designer de interiores, Kathlen Romeu, estava grávida de quatro meses e foi vítima de uma bala perdida. 

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que os policias foram abordados a tiros por criminosos que moram na localidade conhecida como "Beco da 14". Foi isso que teria dado início ao confronto. 

De acordo com a polícia, Kathlen foi encontrada ferida depois da troca de tiros. A jovem chegou a ser levada ao Hospital Municipal Salgado Filho para ser socorrida, mas não resistiu e morreu.

A Delegacia de Homicídios da Capital (DHC) investiga a morte de Kathlen. A polícia informou que testemunhas serão ouvidas e diligências realizadas para esclarecer todos os fatos e identificar de onde partiu o tiro que atingiu a jovem.

Revolta

Após a morte de Kathlen, moradores realizaram um protesto na Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá. A via foi fechada por volta das 16h15 e foi reaberta perto das 18h35. Nas redes sociais, famosos lamentaram o ocorrido e cobraram justiça pela morte da jovem.