menu

Homens são presos suspeitos matar cachorro enforcado com corda pendurada em árvore no Agreste

Um dos suspeitos afirmou ter matado o animal porque ele estava estragando seu roçado.

Segundo informações, os animais tiveram que ser sacrificados no momento do resgate do garoto.
Segundo informações, os animais tiveram que ser sacrificados no momento do resgate do garoto. ( Divulgação/MidiaMax)

Dois homens foram autuados em flagrante na delegacia de Surubim, no Agreste de Pernambuco, na manhã desse domingo (20), suspeitos de maltratar e matar um cachorro. De acordo com as informações do 22º Batalhão da Polícia Militar, o crime foi registrado em uma fazenda localizada às margens da rodovia PE-90.

O policiamento chegou ao local do crime depois de receber uma denúncia anônima. Na abordagem, o primeiro suspeito disse que foi motivado por um colega a matar o animal, porque o cachorro estava estragando o seu roçado.

Um terceiro homem que estava no local afirmou que chegou a entrar em luta corporal com o suspeito para evitar que ele cometesse o crime. No entanto, ele não conseguiu impedir e o animal foi encontrado pelos policiais enforcado, pendurado em uma árvore.

Prisão dos suspeitos

De acordo com a polícia, os dois suspeitos pela morte do cachorro tem 35 e 42 anos de idade. Os dois foram autuados pelos crimes de maus-tratos a animais e induzimento ao crime de maus-tratos. Os suspeitos serão apresentados em audiência de custódia.

Conforme a Lei 1.095/2019, sancionada em 29 de agosto de 2020, a prática de abuso e maus tratos a animais é punida com pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa e a proibição de guarda.

*Com informações da Rádio Jornal Limoeiro