pandemia

Presidente das Filipinas ameaça prender quem não se vacinar contra Covid-19

Filipinas é um dos países da Ásia com mais casos da doença, com 1.3 milhões confirmados e mais de 23 mil mortes

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 22/06/2021 às 16:32
NOTÍCIA
Reprodução/Facebook
FOTO: Reprodução/Facebook
Leitura:

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, ameaçou prender quem se recusar a ser vacinado contra o coronavírus. “Você escolhe, vacina ou eu vou prender você”, disse ele em um pronunciamento na TV local na última segunda-feira (21). 

O país sofre com um dos piores surtos de Covid-19 da Ásia, com mais de 1.3 milhões de casos confirmados e mais de 23 mil mortes causadas pela doença. O pronunciamento se deu após diversos informes indicando o baixo número de vacinações em Manila, capital das Filipinas.

O pronunciamento de Duterte contradiz o dos oficiais de saúde do país, que informaram que a vacinação contra a Covid-19 era voluntária. “Não me entenda errado, existe uma crise nesse país. Eu estou apenas exasperado pelos filipinos não prestarem atenção ao governo”, falou. 

Vacinação em ritmo lento 

Até o último domingo, as autoridades filipinas haviam imunizado 2.1 milhões de pessoas. O progresso é lento, já que o objetivo do governo é imunizar mais de 70 milhões de habitantes ainda em 2021. 

Desde o início da pandemia Duterte vem sendo criticado pela abordagem dura no combate à pandemia. Recentemente ele também manteve a decisão de não permitir a reabertura das escolas. 

*Com informações do New York Post 

Mais Lidas