denúncia

Profissionais de saúde denunciam que cadáveres são deixados juntos de pacientes no Hospital Getúlio Vargas; veja vídeo

O Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem de Pernambuco se pronunciou sobre o caso

NE10 Interior NE10 Interior
NE10 Interior
NE10 Interior
Publicado em 22/06/2021 às 17:07
NOTÍCIA
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Imagens feitas por profissionais de saúde do Hospital Getúlio Vargas, no Recife, que mostram cadáveres junto de pacientes internados causaram revolta ao Sindicato dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem de Pernambuco. 

“Existem cadáveres ao lado de pacientes que estão tentando se recuperar, e isso não está acontecendo só no Getúlio Vargas não, ‘tá? A superlotação está acontecendo em todas as unidades do Estado de Pernambuco. Estão superlotando as urgências e emergências, misturando pacientes com covid e sem covid, não existe controle”, disse o presidente do sindicato, Francis Hebert à TV Jornal. 

Muitos pacientes se aglomeram na unidade em busca de atendimento. Josias Irineu, que é técnico em eletrônica, é um deles. Ele está desde segunda-feira (21) tentando fazer o teste de Covid-19 para uma cirurgia, “vai para uma sala, vai para outra. Até agora, estou aguardando”, disse ele. 

Confira o vídeo: 

Resposta do Hospital sobre a denúncia

O Hospital Getúlio Vargas enviou uma nota respondendo às denúncias. Confira na íntegra

“A direção do Hospital Getúlio Vargas (HGV) informa que faz parte de sua rotina a orientação sobre a importância do cumprimento das medidas sanitárias por parte dos pacientes e acompanhantes que buscam a unidade de saúde. Profissionais do serviço destacam a obrigatoriedade do uso de máscaras e a prática de distanciamento social. A unidade conta com o apoio dos pacientes e acompanhantes para seguir essas medidas sanitárias visando à proteção de todos no ambiente hospitalar.

Frisa-se que, desde o início da pandemia do novo coronavírus, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) tem orientado os serviços de saúde sobre os protocolos sanitários vigentes no Estado e a necessidade de proteção por parte dos usuários, acompanhantes e funcionários destas unidades. Ainda é importante destacar que o Hospital possui um Plano de Contingência para a Covid-19 e todo paciente que apresente qualquer sintoma gripal, ou relato de contato com caso positivo para Covid-19, é encaminhado para uma área específica da unidade, ficando, assim, isolado dos pacientes que buscam o serviço com outros quadros. O acesso a esta área é feito de forma exclusiva e o setor possui equipes de profissionais diferentes e que atuam apenas no setor.

A direção do HGV reforça, também, que todas as pessoas admitidas no Getúlio Vargas, independente da área, ainda recebem as devidas orientações para uso de máscara e outras medidas de prevenção no ambiente hospitalar.Sobre a realização de testagem para detecção da Covid-19 em pacientes admitidos no serviço, o Getúlio Vargas salienta que todos os casos suspeitos para a doença são testados. Além das coletas de RT-PCR que seguem para o Lacen-PE, a unidade conta com os testes rápidos de antígeno para dar celeridade ao diagnóstico.

Por fim, em relação à presença de cadáveres entre os pacientes, a unidade esclarece que realiza todos os procedimentos necessários para o manuseio adequado e encaminhamento dos corpos para o necrotério do serviço. A unidade destaca que no momento da realização da imagem divulgada esses trâmites estavam sendo realizados de acordo com as normas para retirada do corpo do setor de internação para o necrotério.” 

Mais Lidas